Quais são os papeis e as diferenças entre a Governança Corporativa e a de TI?

A Governança de TI é parte integrante da Governança Corporativa. Entender a diferença entre as duas práticas de governança é fundamental para entender o papel da TI, neste modelo de gestão. A Governança Corporativa é o padrão ou sistema pelo qual as organizações são dirigidas e gerenciadas. As boas práticas de governança corporativa permitem a transparência nos processos envolvendo acionistas, diretores, auditores, conselho fiscal e a sociedade.

 

Governança Corporativa X Governança de TI

 

Governança Corporativa

Até o final dos anos 90 a governança era uma palavra pouco usual no dicionário das corporações que, a partir de uma necessidade de maior transparência causada pelo aumento da complexidade de seus negócios e das inter-relações com seus stakeholders, obrigou as empresas a seguir este conjunto de práticas. Outro fator importante para a sua adoção foi a explosão de empresas que passaram a abrir capital para financiar seus investimentos. Neste contexto, as empresas descobriram que para atrair novos investidores era necessária uma maior transparência do seu negócio para que os atuais acionistas soubessem o resultado de seus investimentos.

O ano de 2001 foi um marco para a aceleração da adoção de práticas de Governança Corporativa no mundo. Neste ano, escândalos financeiros como a da empresa norte-americana Enron, que fraudava demonstrativos financeiros para cobrir prejuízos, destruíram a confiança de muitos investidores que perderam todos os seus investimentos.

Após esses escândalos, uma lei com o nome de Sarbanes-Oxley (SOX) foi aprovada pelo congresso americano. A SOX responsabilizava criminalmente os executivos das empresas com ações na bolsa de valores de Nova York que fraudassem as demonstrações financeiras. As punições afetavam os executivos mesmo que eles não tivessem participação nas fraudes, exigindo a criação de processos de controle para evitar esse tipo de crime e para mostrar uma maior transparência da empresa com todos os seus stakeholders. A punição ia desde multas até a prisão dos executivos.

Neste ambiente de descrédito das grandes corporações que se fortaleceu a governança corporativa, baseada nos princípios da transparência, independência e prestação de contas (accountability) como mecanismos para atrair novos investimentos.

 

E qual o papel da TI nessa Governança?

Nos dias de hoje, todas as informações financeiras e operacionais das organizações passam por sistemas de informação. Deste modo, é fundamental que os decisores do negócio tenham confiança nas informações contidas nestes sistemas.

Uma das metodologias de processos focada, entre outras coisas, em Governança de TI é o ITIL V3 (2011). De acordo com o ITIL, a Governança de TI “consiste de liderança, estruturas organizacionais e processos que garantam que a organização de TI suporte e amplie as estratégias e objetivos da empresa”. Ou seja, direciona os investimentos de TI para que atenda às necessidades da área de negócio.

A metodologia mais utilizada pelos profissionais de TI é o COBIT que diz que as 5 áreas foco da Governança de TI são:

  • Alinhamento estratégico;
  • Entrega de valor;
  • Gerenciamento de riscos;
  • Gerenciamento de recursos;
  • Mensuração de performance.

 
Para saber mais sobre governança de TI, assista ao webinar que gravamos sobre Boas Práticas de Gestão e Governança de TI (disponível em HD):

 

Se a governança surgiu para mostrar maior transparência, como garantir que os dados dos sistemas são reais?

Uma das funções da governança de TI é criar controles rígidos para que a TI trabalhe com informações que demonstrem a realidade da organização para todos os seus stakeholders (executivos, conselho de administração e acionistas). Como qualquer tipo de processo a Governança de TI não é imune a falhas ou fraudes, mas é um processo que tem como objetivo a criação de regras para mostrar a saúde do negócio das empresas.

 

Relatórios do OpMon

 
Quer saber mais sobre sobre Governança de TI? Acesse outro artigo do nosso blog sobre o assunto: O que você deve saber sobre governança de TI e como ela pode ajudar a sua empresa. Esperamos que este artigo tenha sido últil! Você pode acompanhar todas as nossas novidades seguindo a nossa página no LinkedIN ou pelo Facebook.