Marisa monitora a infraestrutura de mais de 400 lojas com o OpMon

Por: Pedro César Tebaldi Gomes em 17.08.2019
Case Lojas Marisa

A Lojas Marisa é uma rede de moda feminina com mais de 70 anos de mercado e que possui mais de 400 lojas. Recentemente, com a pandemia, a rede revolucionou o seu negócio, focando no e-commerce e transformando cada loja em um mini centro de distribuição.

Entre os motivos que levaram a empresa a buscar a OpServices, como fornecedora de tecnologia e serviços para monitoramento de dados em tempo real, estavam a necessidade de redução de custos com licenças (troca de solução com preço baseado em dólar), a melhoria da monitoração da infraestrutura e da experiência do usuário dos seus clientes e a necessidade de encontrar um parceiro com maior experiência de mercado e expertise técnica.

 

Implementação do projeto de monitoramento

A implementação do projeto ocorreu em duas etapas: a primeira presencialmente, em duas semanas na sede da empresa, e a segunda remotamente, que serviu para ajuste fino do monitoramento e a construção dos dashboards para acompanhamento dos serviços críticos.

Entre os principais elementos monitorados estão os bancos de dados, principalmente Oracle, com indicadores de performance, disponibilidade, armazenamento, segurança, replicação, entre outros. Além disso, outros elementos importantes no monitoramento são os sistemas operacionais, SiTEF, ambiente Azure e a infraestrutura que suporta o E-commerce e o App Mobile da Marisa.

Já entre os processos críticos que são monitorados detalhadamente estão o controle de jobs do Control-M e o Backup que sustenta todas as vendas da Marisa e que precisa rodar todos os dias.

 
Dashboard Marisa - DBA Checklist

 

Benefícios e resultados alcançados

Além do sucesso e agilidade na implementação do controle da saúde do ambiente, hoje todas as transações são acompanhadas via dashboards, bem como o sistema de transferência eletrônica de fundos (SiTEF). Ou seja, a equipe da Marisa possui um controle completo sobre indicadores que podem afetar o seu negócio.

Afinal, a empresa é fortemente dependente de tecnologia para garantir uma boa experiência para seus clientes, seja comprando online ou nas lojas físicas. Nesse sentido, também existe um monitoramento completo das 433 lojas a partir do datacenter. Em cada loja são monitorados gateway de pagamento, servidor oracle, servidor windows/linux e ativos de rede, entre outros itens importantes para que as vendas ocorram sem problemas.

Uma das novidades importantes trazidas pelo projeto foi o desenvolvimento de dois robôs. Eles simulam a experiência do usuário acessando o e-commerce e as transações dentro do novo paradigma de vendas, em que cada loja é um mini centro de distribuição e as vendas são realizadas pelo site ou até mesmo pelo Mercado Livre.

Compartilhe:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER E RECEBA
NOSSOS MELHORES CONTEÚDOS!

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos