Confira essas dicas para melhorar o gerenciamento de redes da sua empresa!

Qualquer profissional de TI sonha em contar com soluções que facilitem o gerenciamento de redes e que ajudem a solucionar problemas, antes mesmo que eles se manifestem. Mesmo que o desenvolvimento de tecnologias tenha tornado essas soluções cada vez mais avançadas, ainda é responsabilidade do profissional de TI fazer um bom trabalho para que a rede ofereça alto nível de disponibilidade para seus usuários. Confira 7 dicas que separamos para você monitorar a rede da sua empresa de forma mais eficiente:

Gerenciamento de redes mais eficiente

Fuja do padrão

Muitas soluções para gerenciamento de redes trazem padrões das empresas que as desenvolveram. Esse conhecimento, baseado em experiências de outras empresas, é muito útil, mas você não pode se restringir apenas na vivência das outras organizações. Você precisa configurar alertas e gatilhos de acordo com a forma como os seus usuários utilizam a rede. Isso garante que as notificações serão realmente úteis e não sejam enviadas de forma desnecessária aos profissionais envolvidos nos processos de TI.

 

Priorize os pontos críticos

Nem todos os pontos da rede precisam ser monitorados tão de perto pela sua equipe. Classifique os sistemas mais importantes, priorizando aqueles que, quando interrompidos, geram problemas imediatos para a empresa ou os usuários. Além disso, defina alertas e gatilhos mais sensíveis para esses casos, pois os funcionários adequados serão imediatamente notificados em caso de falhas.

 

Faça testes

Antes de esperar que os contratempos se apresentem, vale a pena fazer testes para verificar como o sistema se comporta. Por isso, simule cenários em que a rede é usada no máximo de sua capacidade para ver como a infraestrutura e a solução de monitoramento respondem. Isso irá facilitar a elaboração de planos de ação e reduzir as chances que pequenas ocorrências se tornem problemas graves.

 

Conheça seus usuários

Uma excelente forma de monitorar o desempenho da rede é saber como os usuários que a utilizam se comportam no dia-a-dia. Alguns eventos externos ou da própria empresa podem ser cruciais para o aumento no uso do ambiente e, quando previstos, permitem que a equipe de TI se antecipe para evitar transtornos na infraestrutura. Por exemplo: existe algum horário ou dia da semana que a rede é mais utilizada? Ou então: você sabe o comportamento da sua rede por setor da sua empresa?

 

Crie fluxos para possíveis problemas

Tendo em vista que você já tem os pontos prioritários da rede listados, crie fluxogramas para instruir a sua equipe para saber como reagir caso eles se tornem indisponíveis. Dessa forma, caso algo fuja ao normal, cada pessoa irá desempenhar sua tarefa conforme o plano previsto, ao invés de disparar notificações para colegas ou superiores que ainda não precisavam ser envolvidos no problema.

 

Procure especialistas

Durante o monitoramento/gerenciamento da rede e de seus sistemas, não se esqueça de que você não está sozinho. Procure a empresa provedora da solução para poder contar com especialistas nesse tipo de serviço, evitando decisões apressadas ou tomadas com base em critérios subjetivos.

 

Olhe para o futuro

A medida que a empresa cresce, cabe ao profissional de TI garantir a infraestrutura de rede necessária para suportar os sistemas. Por isso, boa parte do papel de monitoramento é gerar relatórios sobre o uso do sistema periodicamente e analisá-los para embasar decisões sobre investimentos e manutenções no futuro.

Por último, lembre-se de que de nada adianta investir em uma solução de ponta caso ela não seja aproveitada de forma plena. Como você vem monitorando a rede da sua empresa no dia a dia? Já seguia alguma das dicas apontadas neste artigo? Compartilhe este post nas redes sociais para que seus amigos e colegas de trabalho também leiam as sugestões para monitorar redes de forma mais eficiente.

 
Leia também: Monitoramento de Nota Fiscal Eletrônica, Monitoramento de Redes, Monitoramento banco de dados, Monitoramento de aplicações, Monitoramento de Virtualização & Cloud, Monitoramento de Banco de dados Oracle, Monitoramento de Processos de Negócios.