O que é gestão à vista e como implementar na sua empresa!

Por: Pedro César Tebaldi Gomes em 15.07.2015
Gestão à Vista

Em um mercado cada vez mais competitivo e exigente, as empresas se veem obrigadas a encontrar alternativas para promover uma gestão eficiente, com foco em resultados e capaz de envolver todos os aspectos organizacionais do negócio. Uma dessas possibilidades é a Gestão à Vista!

Considerando ainda a dinâmica dos tempos atuais, em que tudo muda rapidamente, os processos internos ganharam mais velocidade, exatamente para acompanhar as demandas e desejos dos consumidores. Nesse contexto, fica clara a importância de uma gestão efetiva, capaz de integrar todas as equipes de trabalho em prol dos mesmos objetivos, através de uma comunicação confiável e transparente.

 

Como apresentar a visão do negócio para toda a sua empresa

A gestão à vista pode ser considerada uma grande aliada para os processos de comunicar e engajar os colaboradores, já que, como o próprio nome diz, informações relevantes são colocadas à vista dos colaboradores e gestores, permitindo o acompanhamento de indicadores da área, status de projetos e tendências.

Essa possibilidade de enxergar os dados atualizados de forma ampla favorece a tomada de decisões acertadas, minimizando problemas e prejuízos. É importante perceber que a gestão à vista necessita de padrões visuais claros e de fácil entendimento para que a correta interpretação das informações fique assegurada.

Continue acompanhando e confira mais sobre a gestão à vista e como aplicá-la em sua empresa:

 
Dashboards para Gestão à Vista

 

Benefícios da gestão à vista

A adoção da gestão à vista pode trazer muitos benefícios para a empresa, tais como:

  • A atualização constante dos dados permite uma visão exata do que está acontecendo na empresa, bem como quais são os processos críticos, tendências positivas e negativas e pontos de controle. É essencial a integração de todos os setores que compõem o negócio, bem como elementos financeiros, resultados de vendas, estoque, prazos, custos e eficiência operacionais, além de indicadores para gestão de pessoas.
  • Os colaboradores passam a acompanhar os resultados e a performance das próprias equipes, compreendendo a importância do trabalho e dedicação de todos para atingir metas e também superar desafios.
  • É possível reforçar a cultura da gestão com base em informações e fatos, eliminando riscos relacionados à falta de conhecimento. Desta forma, o processo de tomada de decisões ganha ferramentas que garantem maior eficiência.
  • Com a análise das tendências dos indicadores e suas variáveis, é possível agir na correção de desvios, ajustes de processos, falhas na operação e, assim, minimizar os danos.

 

Como implantar a gestão à vista

Alguns cuidados são necessários para garantir o sucesso da implantação da gestão à vista. Dentre os principais estão:

  • Definir os indicadores que serão incluídos na gestão à vista e também estabelecer os padrões visuais a serem adotados. É fundamental selecionar apenas os relevantes para que não haja informações em excesso e sem utilidade para os grupos de trabalho.
  • Criação de uma equipe responsável por coletar todas as informações de forma segura e alimentar constantemente os padrões.
  • Preparar todos os líderes para utilização desta ferramenta, de maneira eficiente para que sejam capazes de disseminar o conceito entre os colaboradores.

 

Exemplos práticos de gestão à vista

 

1. Kanban

É um termo de origem japonesa e significa literalmente “cartão” ou “sinalização”. O sistema Kanban utiliza cartões para indicar o andamento dos fluxos de produção. Esses cartões contêm orientações sobre uma determinada tarefa, por exemplo, “para executar”, “em andamento” ou “finalizado”.

A utilização de um sistema Kanban permite um controle detalhado de produção com informações sobre quando, quanto e o que produzir.

 
Gestão à Vista

 
Também já existe uma versão eletrônica, o e-Kanban, que pode substituir o método físico, evitando alguns problemas como a perda de cartões, além de proporcionar mais rapidez na atualização do quadro de tarefas.

 

2. Dashboards – Painéis de gestão

Também conhecidos como quadros de gestão à vista, esses painéis englobam informações sobre uma série de indicadores e podem até mesmo incentivar uma competição sadia entre as equipes, através da comparação de desempenhos e de objetivos alcançados. Mas os painéis precisam ser atualizados constantemente, demonstrando coerência aos conceitos da gestão à vista e assegurando o valor das informações.

Vale ressaltar que a gestão à vista tem como objetivo principal entender rapidamente o que está ocorrendo na empresa, para que as decisões sejam tomadas no momento apropriado, visando sempre melhorar os resultados do negócio.

 
Gestão à Vista

 
Com o OpMon Dashboards é possível criar e editar painéis visuais de acordo com as necessidades da sua organização. As informações podem ser coletadas em tempo real através do OpMon, sem a necessidade de consolidar dados, pois a coleta ocorre minuto a minuto.

Acesse o nosso catálogo de dashboards e veja alguns exemplos de painéis de gestão à vista criados para alguns de nossos clientes.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn

Posts Relacionados

JUNTE-SE À NOSSA LISTA E RECEBA
OS NOSSOS CONTEÚDOS.

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos