O que você deve saber sobre governança de TI

Por: Pedro César Tebaldi Gomes em 01.04.2014
O que é Governança de TI

Para aumentar a sua competitividade no mercado e garantir os melhores processos dentro de sua empresa, certamente você conta com diversas ferramentas e metodologias de Tecnologia da Informação, como por exemplo a governança de TI. Elas são muito importantes na hora de gerir, controlar e garantir a qualidade de todos os seus produtos e serviços.

Agora, imagine um conjunto de práticas que podem alinhar todos estes recursos, como softwares e sistemas, com os objetivos e as diretrizes de sua empresa?

Pois bem, esta é a Governança de TI. Criada com o objetivo de planejar e elaborar estratégias que possam dar vantagens competitivas às ferramentas de TI implantadas em uma empresa. Tais práticas prometem criar serviços absolutamente confiáveis e disponíveis para que você possa alcançar a excelência do seu negócio.

Ficou curioso para conhecer mais sobre a Governança de TI, as suas vantagens e como ela pode ser aplicada em sua empresa? Então não perca mais tempo e confira este post com mais informações e dicas sobre esta prática!

 

O que é Governança de TI?

Basicamente, a Governança de TI é uma “extensão” da Governança Corporativa  (conjunto de ações, políticas, regras e processos que regem uma organização específica) direcionada para a gestão das ferramentas, recursos e soluções em TI. Quando implantada, ela deve ser adotada por todos os usuários de softwares e sistemas, incluindo gerentes e gestores, auditores e diretores.

Entre estas ações descritas no conjunto da Governança de TI, estão práticas que garantem a segurança da informação nos processos executados dentro de uma empresa, disponibilidade e total funcionamento das tecnologias da informação e durabilidade de todo o sistema implantado nestas corporações.

 

Frameworks da GTI

Para implantar a Governança de TI em sua empresa, é importante que você conheça todos os frameworks – em outras palavras, modelos de trabalho – que fornecem as métricas e o que deve ser feito para garantir a eficácia desta prática.

Os principais frameworks da GTI são:

 

Cobit (Control Objectives for Information and related Technology)

Este é o modelo de trabalho mais utilizado na Governança de TI e está na sua versão 5. Ele apresenta recursos que incluem sumário executivo, controles de objetivos, mapas de auditorias, indicadores de metas e performances e um guia com técnicas de gerenciamento.

Suas práticas de gestão são recomendadas por especialistas da área e ele pode ser utilizado para testar e garantir a qualidade dos serviços de TI prestados, utilizando um sistema de métricas próprio.

 

ITIL (Information Technology Infrastructure Library)

Este é um framework que é voltado para o público e não para o proprietário. Nesse contexto, o ITIL define o conjunto de práticas para o gerenciamento dos serviços de TI por meio de “bibliotecas” que fazem parte de cada módulo de gestão. Dessa forma, diferentemente do Cobit, este é um modelo mais focado para os serviços de TI em si.

 

PmBOK (Project Management Body of Knowledge)

Este framework está voltado para o gerenciamento de projetos da área e melhorar o desenvolvimento e a atuação dos profissionais de TI. Portanto, todas as definições, conjuntos de ações e processos do PmBOK estão descritos em seu manual, que expõe as habilidades, ferramentas e técnicas necessárias para realizar a gestão de um projeto.

 

Governança de TI

 

Webinar sobre Governança de TI

Quer saber mais sobre governança de TI? Então assista ao webinar que gravamos especialmente para falar sobre o tema Boas Práticas de Governança de TI:

 

 

Como a GTI pode ajudar a minha empresa?

Agora que você conhece um pouco mais sobre a Governança de TI, é necessário conhecer um pouco melhor sobre as suas vantagens e como ela pode ajudar a sua empresa. Basicamente, a implantação de suas práticas promove a segurança de toda a informação que circula no interior de seus sistemas e softwares, assim como garante a durabilidade e eficácia de todos os recursos de TI que estão em uma organização. Dessa forma, é possível:

  • Evitar que dados e informações sigilosas sobre a sua empresa sejam vazados, causando enormes danos aos seus negócios;
  • Garantir a automatização dos processos e das tarefas específicas, economizando, assim, tempo e dinheiro;
  • Assegurar a eficácia e facilitar a utilização das ferramentas e recursos de TI dentro de sua empresa, pois com a sua implantação, há menos riscos de bugs, paradas ou fatores que comprometam o seu funcionamento;
  • Melhorar e inovar os processos de gestão, marketing e vendas de seus negócios, tornando assim a sua empresa mais competitiva;
  • Antecipar os problemas e os riscos que podem prejudicar os seus negócios e, dessa forma, garantir mais precisão nas suas decisões.

Conhecer melhor todo o funcionamento da Governança de TI e as suas vantagens já é o primeiro passo para a sua implantação, a fim de garantir a melhoria de seus serviços e produtos. Se você se sentiu atraído pela ideia, não hesite em apostar e investir nela. Esta é a melhor forma de conquistar o sucesso do uso de TI em sua empresa.

 

Abordagem proativa para governança de TI

A OpServices é uma empresa focada em soluções de Governança de TI, monitoração de processos de negócios e de infraestrutura. Oferecemos serviços e produtos para o controle de disponibilidade, desempenho e segurança de todos os elementos que informatizam (TI), como redes de comunicação, energia, bancos de dados, arcondicionado, etc.

Por isso, somos conscientes de todos os grandes benefícios que nossos clientes podem alcançar com uma solução de monitoramento e governança de TI configurada corretamente e usado proativamente. A solução de monitoramento e governança de TI deve ser vista como uma plataforma que pode e recomenda-se, seja usada proativamente.

Visando identificar a cada dia e em tempo real, as pequenas interrupções e incidentes na infraestrutura de rede, sistemas e seus serviços. Desta forma podendo corrigí-los antes que transforme-se em problemas, cresçam e comecem a causar indisponibilidades que afetem as operações de seus negócios.

A abordagem proativa garante que sua infraestrutura, sistemas de TI e serviços estejam funcionando sem problemas, não causando custo de indisponibilidade, a não ser devido à uma falha inesperada do sistema.

De certa forma pode ser difícil medir quanto conseguimos poupar, uma vez que o potencial de economizar é enorme comparando os grandes eventos que de indisponibilidade que nunca aconteceram devido ao trabalho proativo.

 

Abordagem de seguro

A solução também pode ser vista como um seguro, tipo destes que você faz para seu carro, algo que é bom quando algo ruim aconteceu, assim auxilia a minimizar o impacto dos danos. Desta forma a solução permite que possamos avaliar o que deu errado e onde devemos agir para corrigir o problema rapidamente.

A abordagem de seguro também irá poupar dinheiro, desde quando o problema ocorra, seja identificado, localizado e corrigido muito mais rápido do que antes, através do  monitoramento proativo. Frequentemente, podemos dizer que é relativamente fácil determinar quanto custa por hora um serviço, sistema ou rede quando está indisponível.

 

Software para aplicar a Governança de TI

Os desafios para aplicar a Governança de TI são grandes. Umas das formas, além de estudar sobre o tema compartilhar esse conhecimento com a sua equipe é utilizar alguma ferramenta que apoie a governança de TI. A OpServices, como desenvolvedora do OpMon, possui grande experiência para ajudar neste tema.

 
Banner - Gerenciamento de TI e Infraestrutura

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn

JUNTE-SE À NOSSA LISTA E RECEBA
OS NOSSOS CONTEÚDOS.

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos