Menu
Contato Comercial

    Mitos sobre Cloud Computing: conheça os principais

    Por: Pedro César Tebaldi Gomes em 11.07.2016
    mitos sobre Cloud Computing

    A computação na nuvem ou cloud computing ainda é considerada uma novidade para muitas empresas. Embora seja uma tecnologia com alguma ‘rodagem’, a cada dia ela se torna mais acessível, e por isso muitos empreendimentos e gestores estão entrando em contato com o conceito de nuvem pela primeira vez.

    O tempo mostrou que a cloud computing se tornou algo muito mais seguro do que todos pensavam, e por isso é importante que executivos e responsáveis pela TI saibam o que é lenda e o que é verdade quando o assunto é computação na nuvem.

     

    Mitos sobre Cloud Computing, conheça os principais

    Como acontece com toda novidade, a computação na nuvem ainda é rodeada de algumas lendas infundadas sobre seu funcionamento. Confira agora uma lista com 4 mitos infundados sobre Cloud Computing e as razões para não acreditar neles.

     

    1. Alto investimento

    Muitas pessoas consideram os serviços de cloud computing caros. Além do orçamento da empresa, porém, é preciso comparar este gasto com o da criação de um data center. Os equipamentos necessários e a mão de obra especializada, que precisa operar em tempo integral, possuem um custo final muito mais amplo do que a contratação de um serviço de computação remota.

    É preciso ressaltar que existem alguns serviços que são gratuitos, como os Apps for Work do Google.

     

    2. Complexidade

    Há quem se queixe da complexidade dos serviços de cloud computing e do seu funcionamento, mas na verdade isso é mais um equívoco que nasce pelo medo do novo. Empresas especializadas em computação na nuvem realizam a estruturação de sistemas e transferências de dados para a nuvem sem grandes problemas e com segurança.

    Outro mito é referente à migração para a nuvem e à demora para a concretização da mudança. Essa velocidade depende da qualidade do serviço contratado e da complexidade dos dados que a empresa deseja migrar.

    Não se trata de um problema de plataforma, mas sim de algo que varia muito de acordo com a demanda da empresa.

     

    3. Inacessibilidade para pequenas e médias empresas

    A computação na nuvem não é algo restrito às grandes corporações. Como já dissemos, o preço não é um impeditivo e o tamanho da corporação menos ainda. Existem serviços acessíveis e pacotes de programas que cabem no bolso de empresas menores e que conseguem atender a todas as necessidades desses empreendimentos.

     

    4. Segurança

    Há quem diga que a internet já não é lugar seguro e que a computação na nuvem é só mais um espaço para insegurança e ataques cibernéticos. É fato que alguns serviços sofreram ataques, como o iCloud da Apple, que viu sua base sofrer uma invasão que resultou no vazamento de fotos de usuários do sistema.

    A verdade é uma só: com ou sem computação na nuvem, os ataques dependem da segurança imposta para as informações e não da plataforma onde elas se encontram. Empresas de computação remota se preocupam com ataques e investem em tecnologia para evitá-los e corrigi-los da maneira mais efetiva possível.

     
    Monitoramento de infraestrutura em Cloud

    Convencido de que o Cloud Computing é uma estratégia eficaz para a sua empresa? Então descubra mais sobre o tema e saiba quais são os erros que as empresas devem evitar na implementação desse serviço.

    Compartilhe:

    Posts Relacionados

    ASSINE NOSSA NEWSLETTER E RECEBA
    NOSSOS MELHORES CONTEÚDOS!

    ASSINE NOSSA NEWSLETTER!

    Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos