Menu
Contato Comercial
Por: Aldry Rocha em 31.03.2022

Principais ferramentas de BI

Atualmente, contar com uma ferramenta que realize análise de dados empresariais e ajude na tomada de decisões é indispensável para uma atuação mais estratégica num mundo que muda tão rapidamente. Existem diversas ferramentas de business intelligence que podem ajudar sua empresa neste desafio, mas com tantas opções de mercado pode ser confuso escolher qual se adapta melhor para o seu cenário empresarial.

Pensando nisso, no artigo de hoje vamos apresentar as principais ferramentas de BI e seus prós e contras. Acompanhe até o final para conhecer os fundamentos para tomar uma decisão mais embasada.

 

O que levar em consideração na hora de escolher uma ferramenta de BI?

Como metodologia para análise das soluções de business intelligence vamos utilizar como base o quadrante mágico do gartner no segmento de Analytics e Plataformas de BI. Essa ferramenta foi desenvolvida pela empresa americana Gartner e é uma representação gráfica do posicionamento de fornecedores de tecnologia dentro de um determinado segmento.

O relatório é divulgado anualmente e as empresas são classificadas de acordo com suas forças e fraquezas a partir de critérios objetivos. O intuito do quadrante é facilitar a decisão de investimento em software com base em 12 critérios (na categoria business intelligence):

1 – Segurança: A capacidade da plataforma no quesito segurança, como a administração de usuários, auditoria de acesso à plataforma e autenticação.

2 – Governança: Recursos que rastreiam o uso e fazem o gerenciamento de como as informações são criadas e compartilhadas do protótipo à produção.

3 – Cloud-enabled analytics: Aptidão para criar, implantar e gerenciar análises e aplicativos analíticos na nuvem, tendo como base dados locais, na nuvem ou multi-cloud.

4 – Conexão a fontes de dados: Esse recurso permite que usuários se conectem e insiram dados armazenados em diversas plataformas, tanto local quanto na nuvem.

5 – Preparação de dados: Se tem suporte para drag-and-drop, se consegue combinar dados de diferentes fontes e criar modelos analíticos (como medidas, conjuntos, grupos e hierarquias definidos pelo usuário).

6 – Catálogo: Exibir conteúdo de forma que seja fácil de localizá-lo e utilizá-lo. O catálogo é pesquisável e faz recomendações aos usuários.

7 – Insights automatizados: Capacidade de aplicar técnicas de Machine learning (ML) para gerar automaticamente insights para usuários finais (por exemplo, identificando os atributos mais importantes em um conjunto de dados).

8 – Visualização de dados: Suporte para dashboards altamente interativos e para a exploração de dados através da manipulação de imagens de gráficos. Isso inclui uma variedade de opções de visualização que vão além dos gráficos de pizza, barras e linhas, como mapas de calor, mapas geográficos, gráficos de dispersão e outros visuais para fins especiais.

9 – Consulta de linguagem natural: Permite usuários a realizarem consultas à dados por meio de termos digitados ou falados em uma caixa de pesquisa.

10 – Data storytelling: Se é possível gerar novos estilos de data stories – combinando manchetes, texto narrativo, visualizações de dados e conteúdo audiovisual com base no monitoramento contínuo das descobertas.

11 – Geração de linguagem natural: a criação automática de descrições linguísticamente ricas de insights encontrados em dados. Dentro do contexto de análise, à medida que o usuário interage com os dados, a narrativa muda dinamicamente para explicar as principais descobertas ou o significado de gráficos ou painéis.

12 – Relatórios: Fornecer relatórios parametrizados e paginados, que podem ser agendados e distribuídos para uma grande comunidade de usuários.

 

Principais ferramentas de BI

Na imagem a seguir, apresentamos a última edição (janeiro de 2022) do quadrante mágico do Gartner no segmento de Analytics e Business Intelligence. Ele se divide entre 4 quadrantes: líderes, desafiadores, visionários e concorrentes de nicho.

Dentro das empresas que aparecem no quadrante, separamos as 5 que mais se destacaram na análise do Gartner. São elas:

Power BI

A Microsoft é líder do quadrante Gartner há vários anos com o Power BI. Por essa razão, é a ferramenta escolhida pela OpServices para realizar consultorias e implementações em nossos clientes, que vão desde pequenas empresas até as maiores organizações do país.

A solução oferece preparação e descoberta de dados em formato visual, painéis interativos e análise aumentada. Um dos destaques é sua inclusão em edições corporativas do Office 365, que trouxe um enorme canal de disseminação da plataforma. Além disso, a sua integração na mesma interface do Teams também é muito atraente para os usuários corporativos.

O preço da plataforma é muito baixo em relação a sua qualidade e aos seus concorrentes de topo, ainda mais por possuir recursos avançadíssimos, que incluem um conjunto ampliado de análises aumentadas e recursos automatizados de ML (autoML). Outro ponto importante é a integração nativa do Power BI com soluções avançadas da Microsoft, como o Power Apps e o Power Automate, que permitem desenvolver aplicativos customizados e automatizar atividades e processos. Desta forma é possível inserir apps do Power Apps em painéis do Power BI e também criar fluxos no Power Automate para realizar várias ações automatizadas com base nos dados. Serviços baseados em IA, como análise de texto e imagem, estão disponíveis no Power BI Premium.

 

Salesforce (Tableau)

Outro líder do quadrante é o Salesforce (Tableau). Ele oferece uma exploração visual que permite que os usuários acessem, preparem, analisem e apresentem descobertas em seus dados. O Tableau conta com uma experiência intuitiva para os usuários empresariais explorarem visualmente seus dados e também conta com recursos drag-and-drop que eliminam a necessidade de criar linhas de código. Um dos fatores negativos é que a plataforma tem um custo de licenciamento bem elevado e conta com taxas adicionais para Gerenciamento de Dados, Gerenciamento de Servidor e Einstein Discovery. No entanto, o novo plano de assinatura corporativa inclui Data Management e Server Management para ajudar os clientes a escalar.

 

Google (locker)

O Google se encontra no quadrante desafiadores, o Looker se classifica como a primeira plataforma ABI (Analytics e Business Intelligence) com arquitetura em nuvem que oferece análises altamente governadas, incluindo visualizações e painéis de autoatendimento. O Looker ainda oferece suporte a cenários multi-cloud, tanto do ponto de vista de implantação quanto de conectividade de banco de dados.

A plataforma possui um portal do desenvolvedor, APIs e kits de desenvolvimento de softwares (SDKs) que permitem às empresas montarem seus apps voltados para o clientes e incorporarem análises em fluxos de trabalho de negócios. Como desvantagem, a plataforma requer codificação para desenvolvedores e modeladores de dados.

 

Qlik

A Qlik está posicionada como líder no quadrante mágico, o seu principal produto é o Qlik Sense, que junto com outras ferramentas da empresa fornecem análises de autoatendimento, insights e sugestões contextuais para analistas e consumidores. Como seus pontos positivos, podemos citar a flexibilidade de implantação local, em cloud ou multi-cloud. Uma de suas desvantagens é o alto custo e a complexidade de licenças do programa, que variam conforme a necessidade da empresa.

 

ThoughtSpot

O ThoughtSpot está posicionado como visionário no Quadrante Mágico. A experiência de usuário orientada por pesquisa, tendo a capacidade de responder a perguntas complexas, de forma personalizada e relevante, e a implantação em escala são alguns dos diferenciais da solução. Um de seus benefícios é o fato de a plataforma suportar questionamentos complexos de bilhões de linhas de dados por meio de seu banco de dados na memória ou consulta no banco de dados. Uma das desvantagens é o fato da plataforma não possuir seu próprio ecossistema de dados ou aplicativos corporativos, o que torna sua visibilidade mais desafiadora, pois esses ecossistemas acabam impulsionando as decisões de muitos compradores.

Agora que você conhece os grandes players do mercado no que diz respeito a Business Intelligence, você já está apto para decidir qual plataforma se adapta melhor às necessidades da sua empresa.

 

Implementação e Consultoria em Business Intelligence - BI

Uma das plataformas líderes de mercado, o Power BI, citado no artigo, é utilizada aqui na OpServices. Realizamos implementações e consultorias avançadas em nossos clientes, os quais ficam bem satisfeitos com os resultados obtidos.

Caso tenha interesse em implementar essa solução de BI na sua organização, conte com a nossa ajuda. Não perca tempo e entre em contato com nossos especialistas!

Compartilhe:

ESCRITO POR

Aldry Rocha

Marketing de conteúdo e desenvolvedora web na OpServices há 4 anos. Apaixonada por tecnologia e o mundo do desenvolvimento pessoal, sempre lendo ou escrevendo sobre eles.

Posts Relacionados

ASSINE NOSSA NEWSLETTER E RECEBA
NOSSOS MELHORES CONTEÚDOS!

ASSINE NOSSA NEWSLETTER!

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos