Monitoramento de Serviços de TI

É importante reforçar que TI já exerce um papel estratégico na gestão de muitas empresas, e em uma sociedade altamente conectada, a tendência é de que os mercados se tornem cada vez mais dinâmicos, exigindo processos eficientes e enxutos. Neste sentido, é essencial adotar uma gestão com foco em produtividade, para que seja possível assegurar a competitividade e o crescimento dos negócios.

 

>>> 20 Motivos para escolher o OpMon como solução de gerenciamento de TI <<<

 
E uma das principais ferramentas de gestão é o monitoramento. Conceitualmente, monitorar deve ser o estágio inicial do processo de tomada de decisões, propiciando uma operação mais ágil, além da otimização dos recursos e a redução dos custos com paradas de sistemas ou manutenções.

Para isso, é preciso contar com softwares de monitoramento e gerenciamento de redes, para a conquista de um melhor desempenho, equipes mais produtivas, ambientes mais seguros e resultados verdadeiramente expressivos.

 

O que é monitoramento de TI

Monitorar é observar, analisar e perceber qualquer alteração anormal nos processos internos. Em TI, essas alterações podem indicar a indisponibilidade de um sistema ou até mesmo, lentidão nos serviços disponíveis aos clientes. Com um monitoramento adequado, é possível agir antecipadamente, identificando riscos, gargalos e problemas pontuais. Além disso, o histórico de dados coletados também pode ser bastante útil para auxiliar no desenvolvimento de melhorias, ajustes e upgrades de forma racional, através do capacity planning.

 
Dashboard de Infraestrutura de TI - Datacenter

 
O monitoramento de TI deve contar também com recursos visuais e gráficos, no modelo de gestão à vista, de modo a permitir que todos os indicadores e métricas sejam avaliados com facilidade e transparência. Um sistema de monitoramento de redes bem elaborado possibilita ainda a criação de alertas para determinados eventos que podem indicar falhas e também correlacionar alguns problemas, como itens de infraestrutura. Além disso, deve atender a diversas equipes, ambientes e demandas, centralizando as informações e evitando o uso de várias soluções, simplificando assim, toda a operação.

A qualidade dos links e da conectividade, parâmetros de performance de serviços, vida útil dos ativos de rede e os sistemas operacionais são apenas alguns elementos que merecem monitoramento.

 

Os benefícios do monitoramento de TI

O monitoramento de TI pode trazer muitos benefícios à gestão corporativa, uma vez que sistemas interligados permeiam todas as esferas de uma empresa. Conheça agora as principais vantagens desta iniciativa.

 

Maior disponibilidade da rede

Através do monitoramento é possível conquistar altos índices de disponibilidade de serviços em todos os ambientes. Dados estatísticos facilitam a identificação de pontos críticos, necessidade de investimentos e inconsistências, de modo que a equipe possa atuar rapidamente na realização dos ajustes.

 

Ganhos de produtividade produtividade através da tecnologia

As ferramentas de monitoramento de TI permitem automatizar diversos processos, eliminado muitas tarefas que não agregam valor. Desta forma, o capital humano pode estar direcionado a atividades realmente relevantes ao negócio.

 

Qualidade das informações

A coleta e a consolidação de uma grande quantidade de informações permitem também um processo de tomada de decisões mais inteligente, partindo de dados atualizados e corretamente estratificados. Além disso, o monitoramento possibilita a criação de modelos preditivos, favorecendo a solução antecipada de falhas e a definição de investimentos.

 

Eficiência no gerenciamento de custos

O monitoramento de TI permite minimizar as manutenções emergenciais e a indisponibilidade de serviços e perceber recursos subutilizados, que impactam diretamente nos custos da operação. Com esses dados, é possível readequar a infraestrutura e as equipes para reduzir despesas desnecessárias.

 

Estímulo a proatividade da equipe de TI

As equipes deixam de cuidar de emergências e passam a atuar como analistas, capazes de antecipar problemas e corrigir os desvios. Esse modelo de trabalho estimula a proatividade e fortalece o engajamento de todos aos objetivos da empresa.

 

A responsabilidade de TI

Como fator estratégico na gestão corporativa, cabe à equipe de TI suportar o modelo de negócio da empresa, com tecnologia e excelência, garantindo a segurança dos dados, oferecendo alternativas, desenvolvendo projetos e acompanhando as necessidades e demandas. Porém, para manter um gerenciamento eficiente sobre servidores, sistemas, redes de dados e equipe técnica, é fundamental fazer uso de softwares de monitoramento, para então garantir a qualidade e o nível de serviço a todos os clientes. Para isso recomendamos o OpMon, que, além de monitorar toda a infraestrutura de TI, monitora indicadores de negócios e dos principais sistemas e processos críticos das empresas.

 
Quer saber mais sobre o gerenciamento de serviços críticos de TI? Então assista ao webinar que gravamos sobre Boas Práticas de Gestão e Governança de TI:

Espero que tenha curtido este artigo! Você pode acompanhar todas as nossas novidades seguindo a nossa página no LinkedIN.

 

Tópicos relacionados:

|OpMon| Software de Gerenciamento de TI, redes, servidores, sistemas e aplicações
Quando a Governança de TI salva o seu dinheiro!
Como calcular o ROI em projetos de TI?