Tecnologias já existentes que vão mudar os atuais modelos de negócios

Novas tecnologias têm causado impacto em diversos setores do mercado e trazido soluções inovadoras que reinventam a maneira como diversas atividades são realizadas. Do protocolo blockchain, que elimina a necessidade de intermediários para realização de transações confiáveis entre duas partes, sem necessidade de um terceiro confiável, a carros que dirigem sozinhos, essas inovações surpreendem. Demonstram a capacidade do ser humano em gerar ideias novas e modelos de negócios totalmente disruptivos.

 

tendências tecnológicas

 
Você sabe quais são as principais inovações (já existentes!) que vão se popularizar increvelmente nos próximos ano? A seguir, reunimos 4 tendências tecnológicas que prometem revolucionar a sociedade. Confira!

 

1. Blockchain

O Blockchain é um protocolo de contabilidade que funciona como um registro de transações virtuais. Ele permite que transações ente duas pessoas sejam realizadas de maneira segura, confiável e instantânea sem qualquer intermediário. Essa tecnologia já é utilizada nas transações em Bitcoin, a moeda virtual mais popular atualmente. Mas suas possibilidades são muito mais abrangentes. Grandes bancos como o americano Goldman Sachs e o espanhol Santander já começam a estudar o sistema para reduzir burocracias e elevar sua eficiência financeira.

Utilizando criptografia, o blockchain opera de modo descentralizado para validar qualquer tipo de transação, sendo imune a qualquer tipo de fraude (em nível criptográfico). Todas as transações realizadas podem ser verificadas através de um registro público que garante a transparência e a inviolabilidade das transações. Existem diversos modelos de negócios surgindo a partir do conceito de plataforma descentralizada utilizando o blockchain, como o MaidSafe (internet descentralizada), Arcade City (Uber sem intermediário), Ujo Music (distribuição de músicas), OpenBazaar (comércio eletrônico P2P), Rootstock (contratos inteligentes), Dynamisapp (seguro peer-to-peer), Stampery (certificados de autenticidade), entre diversos outros.

 

 
Outro exemplo que utiliza essa tecnologia é a Ethereum, uma plataforma lançada em 2015 que permite criar outras plataformas utilizando o blockchain como protocolo de segurança e contabilidade. Entre as possibilidades estão a criação de contratos inteligentes, documentos como certidões de nascimento, casamento e contratos de trabalho que podem ser desenvolvidos sem a necessidade de uma instituição pública para validar esses registros. A própria ferramenta, através do uso de blockchain, protege esses dados únicos por criptografia e os torna confiáveis e seguros.

 

2. Logística autônoma e automatizada

Em 2009, quando a Google começou a testar seu modelo de carro que se dirige sozinho, já se especulava sobre como isso poderia mudar os o cotidiano das pessoas. Hoje essa tecnologia está muito próxima de ser empregada no mercado em diversas áreas. A Mercedez-Benz já iniciou a produção em série de seu caminhão autônomo, o Actros. Com um sistema que guia o veículo em vias públicas, a tecnologia promete reduzir o consumo de combustível e o número de acidentes nas estradas.

Recentemente, uma das mais famosas redes de pizzarias dos Estados Unidos, a Domino’s, também fez suas apostas na tecnologia autônoma ao criar um robô que entrega pizzas sozinho. Chamado de DRU (Domino’s Robotic Unit), esse robô possui GPS, conexão com Google Maps e um sensor de obstáculos para que nada impeça a pizza de chegar até o cliente.

Veja como funciona a tecnologia de piloto automático da Tesla:

 

3. Robôs para atendimento ao cliente

Um restaurante no leste da China tem um serviço nada tradicional: os clientes são servidos por robôs. Dois dão as boas vindas aos clientes e os demais servem as mesas. Utilizar robôs para atendimento é uma tendência que se consolidará nos próximos anos, principalmente com o desenvolvimento da inteligência artificial e aprendizado de máquinas.

Diversas instituições estão adotando essa tecnologia, como a Mitsukoshi, uma famosa rede de lojas de departamento que incluiu “uma robô” com aparência de mulher para atender os clientes. E novas tecnologias estão surgindo. A empresa Fellow Robots, por exemplo, lançou recentemente o Navii. Ao perguntar sobre um produto a esse robô ele é capaz de te levar até a sessão onde esse produto se encontra. Confira o vídeo:

 

 

4. Inteligência artificial

A Inteligência Artificial está evoluindo e já não é difícil encontrar notícias que mostram casos em que uma máquina superou a inteligência humana em alguma tarefa. Em 1997, uma máquina derrotou o campeão Garry Kasparov no xadrez. Já em 2011, um supercomputador da IBM desbancou os melhores jogadores de Jeopardy, um game show da TV americana, onde o robô foi capaz de compreender e responder corretamente perguntas aleatórias, contando apenas com uma coleção de enciclopédias armazenadas em sua memória. Apesar de parecer um trabalho simples de armazenmento de informações, o Jeopardy exige muito do computador pois não faz perguntas, ele simplesmente dá a resposta e os participantes é que fazem a pergunta correta. Para um máquina esta é uma atividade de alta complexidade. Veja o vídeo abaixo:

 

 
Leia também: Tendências de TI e novas tecnologias que vão mudar o mercado B2B