Virtualização de servidores: 4 crenças equivocadas

Por: opservices em 06.04.2016

Existem riscos envolvidos na virtualização de servidores?

A virtualização de servidores não é exatamente um assunto novo, mas ainda causa estranheza em gestores que veem com resistência sua implementação. Dúvidas surgem quanto à estabilidade, segurança e custo-benefício do processo de virtualização. Logo, entender o que é mito e verdade é fundamental para a tomada de decisões. Por isso, no artigo de hoje desmitificamos algumas lendas da virtualização para que você possa escolher se esse caminho é o ideal para o seu negócio.

 

virtualizacao de servidores

 

A virtualização de servidores

A virtualização de servidores é uma forma eficiente de alocar recursos que demandam uma infraestrutura estável em vários servidores virtuais, em detrimento dos físicos. Através da criação de máquinas virtuais é possível executar inúmeros sistemas operacionais no mesmo hardware, aproveitando melhor recursos como CPU e memória, que em outras configurações ficariam ociosos.

Em um servidor físico é instalado um software capaz de particioná-lo para a instalação de múltiplos sistemas operacionais de acordo com a demanda de sua empresa. Com a virtualização de servidores surgem vários mitos, como o fato de que ela seria adequada apenas a empresas de grande porte ou que ele oferece grandes custos em sua implementação.

 

MITOS DA VIRTUALIZAÇÃO DE SERVIDORES

 

1. Falta segurança

Servidores virtuais são tão seguros quanto os físicos e possuem as mesmas configurações. Cabe a cada empresa definir as normas de segurança e garantir seu cumprimento. A virtualização é utilizada por empresas de grande porte sem comprometer sua segurança.

De fato, até departamentos e agências de segurança dos governos já aproveitam os seus benefícios sem perder a habilidade de proteger e gerenciar os dados que circulam por suas máquinas.

 

2. A implementação serve apenas para as grandes empresas

A virtualização pode ser implementada em empresas de qualquer porte, desde que elas precisem de mais de um servidor. Multiplicando a disponibilidade de recursos e facilitando a recuperação de informações caso haja algum acidente, a virtualização tem tudo pra reduzir custos operacionais em sua empresa, seja ela de grande ou pequeno porte. Com menos recursos alocados em infraestrutura e uma gerência mais simples é vantajoso implementar este sistema de gestão mesmo em menor escala.

 

3. Aumenta os custos da empresa

Inicialmente, o custo de virtualização (seja na compra de softwares e ferramentas de gestão ou treinamento necessário para sua equipe) pode parecer gigantesco. A verdade é que esses custos, no longo prazo, representam uma grande economia nos gastos operacionais de sua empresa como energia e manutenção. A sua adoção ou não deve levar em conta diversos fatores. E para algumas empresas estes custos podem ser maiores e para outras menores. Depende do modelo de gestão.

Boa parte dos provedores de virtualização têm soluções gratuitas para a realização de testes, o que pode ajudar na hora de tomar a decisão. Estes provedores oferecem também treinamento para sua equipe, o que ajuda a reduzir os custos de treinamento. Além disso, eles podem ser compartilhados entre clientes reduzindo o custo com hardware.

 

4. Máquinas virtuais têm um desempenho pior

O mito do desempenho é um dos que acompanham de maneira mais forte a virtualização, embora já tenha sido provado ser uma falácia. Com servidores físicos dedicados sua empresa desperdiça muito mais recursos, graças à capacidade ociosa desses CPUs. Quando comparamos o desempenho de máquinas virtuais com o de servidores físicos os resultados em performance são semelhantes, com a vantagem de que na virtualização os recursos são melhores alocados em múltiplas plataformas.

Agora que ficou claro que a virtualização de servidores não é tão complexa ou custosa quanto parece é hora de considerar implementá-la em sua empresa. E para isso é preciso pensar em uma solução de monitoramento destes servidores, sejam físicos ou virtuais. Para isso indicamos a plataforma OpMon que gerencia, além de infraestrutura de TI, os processos de negócios das empresas.

 

Posts relacionados:

Qual solução adotar para minha empresa, a virtualização ou computação na nuvem?
6 variáveis para você avaliar antes de adotar a virtualização de servidores
Como o monitoramento de TI afeta os processos críticos da empresa?
Backup automático de switches ou roteadores

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Instagram

JUNTE-SE À NOSSA LISTA E RECEBA
OS NOSSOS CONTEÚDOS.

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos