O que os CIOs esperam dos fornecedores de tecnologia

Por: Pedro César Tebaldi Gomes em 19.11.2013
Fornecedores de Tecnologia

Uma das grandes discussões atuais é a respeito da dificuldade dos CIOs em encontrar fornecedores de tecnologia adequados às suas expectativas. O cenário da TI tem se transformado muito, deixando de ser uma área reativa e, cada vez mais, se transformando em uma área estratégica dentro das organizações, atuando preventivamente e gerando valor ao negócio.

Hoje, o CIO (Chief Executive Officer) responde diretamente ao CEO e CFO. Muito mais do que conhecer tecnologia os decisores da área de tecnologia devem ter um perfil estratégico para alinhar o direcionamento do setor de TI ao negócio da empresa.

Quer saber o que os decisores da área de tecnologia esperam dos fornecedores? Então continue acompanhando.

 

O desafio dos fornecedores de tecnologia

Um dos grandes erros dos fornecedores é abordar um CIO de forma estritamente comercial. E isso é o que ocorre na grande maioria das vezes e sem um estudo prévio sobre o negócio da empresa em questão e seus principais desafios.

Com o crescimento do mercado de TI e a difusão do conhecimento, os fornecedores perderam valor como fonte de informação ao longo do tempo.

Um CIO não quer saber quais são as funcionalidades das soluções oferecidas ou os diferenciais do fornecedor. Ele quer saber como o fornecedor vai resolver o problema dele. Nesse contexto, ele busca parceiros que ajudem a superar desafios sem a necessidade de aumentar os custos fixos com mais estrutura e sem perder qualidade.

Outra grande preocupação é a manutenção da equipe do início ao fim do projeto. A área de TI sofre de escassez de mão de obra e é muito comum a rotatividade de profissionais.

Uma política de retenção de talentos é primordial para uma relação de confiança entre cliente e fornecedor. Um projeto com muita rotatividade de profissionais envolvidos gera a terceira grande reclamação dos CIOs que são os atrasos nos projetos.

Um projeto bem executado e dentro do prazo gera benefícios para os dois lados. Tanto o cliente deve dar ferramentas suficientes para a sua execução como o fornecedor deve cumprir o escopo do projeto acordado. E, pelo que se nota no mercado, as duas partes apresentam dificuldades em cumprir estes requisitos.

 
Dashboards para Gestão à Vista

 
Aqui na OpServices, dentro dos nossos dez anos de experiência no desenvolvimento de soluções de tecnologia para a governança de TI nas empresas, notamos que para nos tornarmos competitivos é preciso fazer muito mais do que os clientes esperam. O fornecedor de tecnologia deve surpreender o cliente.

É preciso catequizar o mercado sobre a importância de utilizar métricas de controle que mostrem transparência da área de TI para os outros setores. É preciso que os indicadores de negócio sejam visíveis para os decisores que não tem mais tempo de analisar relatórios intermináveis.

Os fornecedores devem, através da sua experiência em diferentes verticais, contribuir com sua expertise no mapeamento de KPIs do negócio do cliente para oferecer caminhos que resolvam o problema de forma efetiva e rápida.

Esse é um direcionamento da OpServices sempre buscar alternativas criativas para problemas mesmo que isso signifique seguir por um caminho diferente e que seja necessário sair da nossa zona de conforto.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn

ASSINE NOSSA NEWSLETTER E RECEBA
NOSSOS MELHORES CONTEÚDOS!

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos