Algumas aplicações do arduíno para prototipagem eletrônica

Você já ouviu falar no Arduino (ver como funciona)? O nome é meio diferente, mas a plataforma é extremamente poderosa e deu início a um movimento que está democratizando o desenvolvimento de dispositivos eletrônicos em todo o mundo. Criado por estudantes italianos em 2005, o Arduino é flexível, relativamente barato e fácil de usar, além de ser disponibilizado em código aberto.

 

Monitoramento via arduino

 
 
Programadores, empreendedores, especialistas em robóticas e até mesmo curiosos estão entre os que estão a cada dia criando novas soluções através desta plataforma que pode, entre outras coisas, conectar os objetos à internet. Entenda o que é a plataforma Arduino e como ela pode impulsionar novos negócios e inovações:

 

O que é o Arduino?

Falando de modo simples, o Arduino é um conjunto de ferramentas de prototipagem eletrônica open source que visa tornar mais fácil a criação de aparelhos eletrônicos. Além de oferecer uma placa controladora, ele possui também um ambiente de desenvolvimento, por isso é considerado uma plataforma e não simplesmente um hardware. Basta ligar a placa ao computador e já é possível escrever códigos para o Arduino no ambiente de desenvolvimento do software (através da linguagem C/C++).

A placa básica do Arduino possui uma série de sensores, o que permite a integração com outros dispositivos e a interação com outros aparelhos. Ou seja, ele pode funcionar através da sua própria interface ou interagir com outros aplicativos instalados no computador. Isto permite que o desenvolvedor crie tanto gadgets simples como robustos. Além disso, é possível comprar a placa original (com os circuitos “do zero”) ou optar por uma pré-montada, com os circuitos já interligados.

 

Quais são as aplicações possíveis

As aplicações do Arduino são basicamente ilimitadas e dependem muito mais da criatividade e disciplina do desenvolvedor do que das limitações da plataforma ou das dificuldades de programação. Os chamados fazedores (ou makers, em inglês) estão usando a plataforma em projetos que vão desde a automação de processos em empresas até obras de arte.

Um exemplo interessante é o Twitter Enabled Coffe Pot, que, através da integração com o hardware, possibilita que a cafeteira elétrica comece a fazer café quando você envia um tweet para ela. O Garage Door Opener, por outro lado, permite que a porta da garagem de sua casa seja aberta através do seu smartphone. Estes exemplos simples (os projetos podem ser seguidos por qualquer um através de tutoriais) são excelentes introduções para as possibilidades do Arduino.

 

Como o Arduino pode ajudar a sua empresa

Da mesma forma que é possível criar uma infinidade de aparelhos eletrônicos com o Arduino, suas vantagens para as empresas também são ilimitadas. A primeira grande vantagem da plataforma é o fato de ser aberta, ou seja: dentro das limitações da licença é possível desenvolver seus projetos, mesmo que seja para fins comerciais.

O custo das placas também é relativamente baixo, perto das possibilidades que a plataforma oferece, além disso, a forma de trabalhar com ela é bastante intuitiva. Você pode comercializar soluções que utilizem Arduino, mas pode também utilizar outras que já foram criadas para ele e estão disponíveis na web. Existe uma comunidade imensa de makers e o conhecimento que disponibilizam é bastante acessível a qualquer um.

O Arduino pode ser especialmente útil na automatização dos processos da sua empresa. É possível criar protótipos que permitam a comunicação de um dispositivo móvel com máquinas de indústria até a integração total do escritório (luzes, aparelhos, ar-condicionado, etc) com a internet.

O Arduino é uma plataforma de prototipagem eletrônica que visa facilitar a vida daqueles interessados em entrar no mundo dos dispositivos eletrônicos. Suas aplicações são infinitas e podem ser especialmente úteis para sua empresa já que, além de possibilitar a criação de todo tipo de gadgets, ainda auxilia na automação de processos.

E você, já conhecia o Arduino? Que tal implementar essa tecnologia na sua empresa? A OpServices já testou algumas aplicações através do Arduíno como a monitoração de temperatura usando OpMon, que é um software de gerenciamento de TI desenvolvido por nós.

 

Relatórios do OpMon