5 passos para aumentar o ROI de investimentos em TI

Por: opservices em 06.03.2018
ROI de investimentos de TI

É evidente que a tecnologia da informação tem conquistado cada vez mais espaço dentro das empresas com o decorrer dos anos. A automação de tarefas e a digitalização de sistemas oferece tantos benefícios para as atividades operacionais rotineiras de um negócio que nem poderíamos citar todos apenas em um artigo.

Entretanto, uma tendência de constante inovação foi criada por conta do hype tecnológico que estamos vivendo, fator que tem influenciado até mesmo a tomada de decisões dos CEOs de empresas modernas, que querem gráficos de desempenho elevados e custos em TI reduzidos.

Em outras palavras, é preciso aumentar o ROI de investimentos em TI, pois quando a área de tecnologia consegue demonstrar redução de custos em outras áreas da empresa (com automação e redução de equipe, por exemplo) os investimentos tendem a aumentar. E é exatamente isso que mostraremos a você no artigo de hoje. Continue a leitura para conferir!

 

1. Faça a integração de sistemas

Hoje, toda a operação de uma empresa é suportada por tecnologia, seja por sistemas de CRM, SCM, ERP, Service Desk, entre tantos outros. Uma das maiores vantagens que a TI pode oferecer a um negócio é a possibilidade de integrar todos esses sistemas para possibilitar o aumento de produtividade. Isso porque cada minuto a mais para a realização de um processo de rotina pode significar vários dias ao ano no volume total. E se levarmos em conta empresas de grande porte com milhares de funcionários essa redução de custos se mostra milionária.

Portanto, sempre que for investir em um novo sistema ou tecnologia, verifique as possibilidades de integração com outra plataformas ou, pelo menos leve esse fator em consideração antes de realizar o investimento.

Além da integração dos processos, que é automatizada, é possível integrar a visão de indicadores por meio de dashboards. Ou seja, associar indicadores e suas métricas de diversos sistemas em uma visão de tomada de decisão é uma grande vantagem para as empresas conseguirem agilidade no seu dia a dia. Algumas ferramentas de gestão à vista permitem a construção de dashboards customizáveis.

 

2. Calcule o Custo Total de Propriedade

Custo Total de Propriedade, ou em inglês Total Cost of Ownership (TCO) é um cálculo realizado para que seja possível identificar os custos implícitos em um determinado investimento ao longo dos procedimentos que se seguem para mantê-lo ativo.

De forma simplificada: nem sempre um investimento com menor custo significa necessariamente um bom negócio, já que pode exigir outras despesas para sua execução, resultando em gastos adicionais que superam até mesmo o valor economizado na aquisição de sua propriedade.

A análise de TCO ajuda a encontrar as diferenças entre o preço de um determinado investimento e os custos totais atrelados ao seu ciclo de vida na empresa, para que seja possível analisar o ROI de investimentos em TI.

Um exemplo claro é o software livre versus o software proprietário. Existem diversas ferramentas open source excelentes e que se encaixam como uma luva para o negócio da empresa. Entretanto, muitas vezes a necessidade de customização e de uma pessoa especializada é tanta que é mais vantajoso investir em uma ferramenta de mercado, pois os custos com treinamento, curva de aprendizado e os riscos de perder esse profissional são tantos que acabam valendo a pena o investimento.

 

3. Mensure o ROI de investimentos em TI

Faça o cálculo de custos dos colaboradores do seu negócio que são afetados direta ou indiretamente por problemas relacionados à infraestrutura em TI, some salários, tributos e despesas trabalhistas em geral.

Depois divida todos os custos pelo número de dias do mês pela carga horária e descubra o valor-hora de cada funcionário. Finalmente, some os valores-hora de cada funcionário que necessita dos recursos de TI da empresa para executar suas tarefas de alguma forma.

Digamos que sua empresa tem 20 funcionários ligados à TI e que custem em média R$ 50,00 a hora de trabalho. Seu valor-hora é de R$ 1 mil. Isso significa que a cada hora a empresa precisa desembolsar R$ 1 mil para manter a produtividade de seus funcionários.

 

4. Automatize atividades operacionais

Como citamos na introdução do artigo, uma das grandes vantagens da integração de um departamento de TI na empresa é o fato de poder automatizar atividades operacionais que antes precisavam ser realizadas manualmente. Portanto, uma forma elevar seu ROI de investimentos em TI é por meio da automação de tarefas e procedimentos operacionais “mecânicos” e repetitivos.

Assim é possível não somente otimizar a velocidade em que as atividades são realizadas como também a produtividade dos colaboradores que podem se dedicar a desempenhar funções mais relevantes e que exigem raciocínio humano para serem executadas com perfeição.

 

5. Reduza a equipe para a realização de determinadas tarefas

Não estamos dizendo para você demitir membros de sua equipe, mas sim utilizá-los de forma mais eficiente e bem distribuída. Determinadas tarefas da empresa não precisam necessariamente de um número grande de funcionários para que sejam executadas se os procedimentos de TI forem aplicados da forma adequada. Muitas vezes um processo bem otimizada diminui a necessidade de mais pessoas.

Assim você pode aproveitar melhor as habilidades de cada colaborador, distribuindo a equipe em diversos setores da empresa para que o índice de desempenho seja elevado e seu retorno sobre investimentos seja mensurável.

No artigo de hoje você conferiu 5 passos para aumentar seu ROI de investimentos em TI por meio de estratégias operacionais facilmente aplicáveis ao cotidiano de seu negócio. Se você achou o conteúdo de hoje útil, não deixe de conferir também: Como calcular o ROI em projetos de TI!

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Instagram

JUNTE-SE À NOSSA LISTA E RECEBA
OS NOSSOS CONTEÚDOS.

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos