Como monitorar os recursos da AWS com o Amazon CloudWatch?

Por: Equipe OpServices em 15.04.2019
Amazon-Cloudwatch

Cada vez mais as empresas preferem a comodidade de utilizar serviços de computação em nuvem para escalar seus negócios. Enquanto uma minoria de empresas ainda opta pela construção de datacenters, com infraestrutura de TI local, a tendência é uma adoção cada vez maior de instâncias em nuvem, como os serviços fornecidos pela Amazon Web Services (AWS). E para monitorar esse ambiente virtual, é utilizado Amazon CloudWatch.

Tal mudança ainda gera dúvidas em muitos administradores, o que atrasa a decisão de fazer a migração dos dados para a nuvem. Para ajudar nessa questão, desenvolvemos este conteúdo. Nele explicamos o que é o CloudWatch, como personalizá-lo e o que fazer para otimizar o gerenciamento e monitorament da AWS. Continue conosco!

 

O que é AWS?

A Amazon Web Services foi lançada em 2006. Era uma plataforma que oferecia serviços básicos de infraestrutura de TI para empresas, usando para isso os serviços web. Hoje representa uma solução de infraestrutura completa para cloud computing. Ela oferece serviços como análises, integração de aplicativos, blockchain, banco de dados, entre muitos outros.

 

O que é o CloudWatch?

Trata-se de um serviço de monitoramento e gerenciamento que tem como função fornecer dados práticos para recursos de aplicativos e infraestruturas locais, híbridos e da AWS. Com ele é possível coletar métricas e operações na forma de logs, propiciar visualização unificada dos recursos e resolver problemas.

 

Quais métricas são visualizadas?

Definimos como métrica uma série cronológica de informações (time series). O CloudWatch nos permite coletar informações de mais de 70 serviços da AWS, como o Amazon EC2, Amazon API Gateway, entre outros, sem a necessidade de realizar nenhuma ação.

Se for necessário que o usuário utilize métricas mais detalhadas do que as que são padrão, basta solicitá-las antes de cada recurso necessário.

 

É possível personalizá-lo?

Sim. O usuário é capaz de coletar métricas personalizadas dos seus aplicativos e monitorar sua performance, solucionar problemas e identificar tendências. Basta utilizar o CloudWatch Agent ou o API PutMetricData para publicá-las no CloudWatch.

 

Como definir os alarmes?

Alarmes em tempo real possibilitam reduzir tempo de inatividade e impacto empresarial. O serviço oferece a função de criar alarmes de alta definição, definir estatísticas e especificar uma ação ou ignorá-lo.

É possível usar o Auto Scaling para definir um alarme para uma métrica principal e acionar uma ação atribuída a ela. O CloudWatch Events oferece uma stream de eventos do sistema em tempo real. Com ele pode-se responder a mudanças, indicar quais são os eventos mais relevantes e atribuir ações automáticas a cada um deles.

 

Como otimizar o gerenciamento com o CloudWatch?

O serviço da Amazon funciona como uma sala de controle. Ele proporciona o uso de dashboards, construção de gráficos, reage à detecção de anomalias nos dados e permite desenvolver soluções mais completas e totalmente flexíveis.

A partir dessas análises, pudemos perceber que o Amazon CloudWatch é uma poderosa ferramenta de gestão de dados da AWS. O seu uso correto permite ir além da simples criação de gráficos, o que o torna uma solução completa de monitoramento das informações empresariais.

Caso deseje uma solução que monitore não somente o ambiente AWS, mas todas as infraestruturas de TI, aplicações e dispostivos IOT, recomendamos o OpMon. Clique no banner abaixo para conhecer:

 
Monitoramento de infraestrutura em Cloud

 
Agora que você já está pode dentro dos recursos da AWS pelo CloudWatch, aproveite para conhecer nosso artigo que fala sobre qual a importância do monitoramento de TI! Continue conosco e boa leitura!

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn

JUNTE-SE À NOSSA LISTA E RECEBA
OS NOSSOS CONTEÚDOS.

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos