O que se deve levar em conta ao contratar uma solução de TI?

Por: Equipe OpServices em 20.07.2017
Solução de TI

A escolha de uma solução de TI tem sido uma preocupação dos gestores de empresas de todos os portes. A tecnologia da informação tem uma responsabilidade imensa neste mundo em constante evolução, onde as mudanças acontecem quase que diariamente.

Mas o que se deve levar em conta ao contratar uma solução de TI? Neste post, abordaremos esse assunto, listando alguns pontos que devem ser observados atentamente ao selecionar seu fornecedor. Se você é responsável pela área de TI, este conteúdo foi feito para você. Confira algumas dicas!

 

Avaliação dos fornecedores de soluções de TI

Procure saber mais a respeito dos proponentes ao produto ou serviço. Informe-se na internet e entre em contato com os clientes do seu candidato a fornecedor. Veja o tempo que ele tem de presença no mercado e a experiência em necessidades similares à sua.

É realmente importante fazer uma averiguação da qualidade de seu suporte e de sua disponibilidade. Em algumas situações, existe uma exigência de suporte 24 horas, sete dias por semana. É importante definir as necessidades da sua empresa antes do início do processo.

 

Análise contratual

Observe com atenção as cláusulas contratuais, principalmente aquelas relacionadas com vigência, preço e forma de pagamentos. Solicite um acompanhamento jurídico para as questões relacionadas a penalizações. Um grande gerador de dores de cabeça é o tempo mínimo de contrato. Apesar da tendência de pagamento conforme uso, muitas soluções, principalmente de grandes fornecedores, colocam tempo mínimo de contrato. Isso acaba amarrando as empresas na hora de trocar de soluções, principalmente em períodos de redução de custos.

Um tópico importantíssimo que deve estar explícito no contrato se refere à atualização de novas versões, quando se tratar de software. A garantia de funcionamento deve também ser parte integrante da negociação.

Atualmente, uma parada nos sistemas significa uma interrupção em todas as atividades da empresa. Isso pode causar uma paralisação no fluxo produtivo, comercial e financeiro, trazendo riscos à continuidade do negócio. Por causa disso, fique muito atento ao contrato das soluções que, quando descontinuadas, podem parar o seu negócio.

 

Transferência de conhecimento

A transferência de conhecimento, o treinamento e a capacitação de seus colaboradores também precisa ser avaliada com antecedência. A curva de aprendizado varia de acordo com a complexidade do sistema ou equipamento que está sendo adquirido. Quanto mais complexo for o ambiente, mais tempo será necessário para a qualificação. Cabe ao fornecedor garantir que as operações serão assumidas pela sua equipe.

Na avaliação, deve-se levar em consideração o tempo necessário para a preparação de seus funcionários. No período de transição, as atividades quotidianas serão sacrificadas, uma vez que seu pessoal estará envolvido na absorção das novas funcionalidades. Hoje existe a tendência de criação de treinamentos online, o que permite que os funcionários das empresas tenham maior flexibilidade para aprender a operar novas soluções.

 

Possibilidade de integrações

Outro ponto importante se refere à integração da solução que está sendo adquirida ao atual ambiente tecnológico existente. O ideal é que haja o menor número de fornecedores e de softwares envolvidos, afinal ninguém quer operar vários softwares ao mesmo tempo.

Empenhe-se para encontrar uma solução simples, que facilite a gestão de TI e que atenda seu negócio sem a necessidade de desenvolver interfaces específicas. Quanto maior for a adaptabilidade de seu cenário ao produto padrão, melhor para sua empresa e para a produtividade de seu pessoal.

Uma das demandas corporativas é a de que as soluções adquiridas integrem-se com outras soluções existentes. No nosso mercado, o monitoramento de infraestrutura de TI, é comum a solicitação para integrar o software de monitoração com ferramentas de service desk, para abertura automática de chamados quando ocorrerem falhas. Essa integração é importante, pois garante uma menor necessidades de processos executados pelos colaboradores, agilizando a gestão e automatizando processos repetitivos.

 

Atualização constante

O fornecedor de sua solução de TI deve possuir um perfil de atualização tecnológica constante. Procure se informar sobre as novas versões de seu produto, a periodicidade de suas implantações e a adaptabilidade aos novos dispositivos que estão sendo produzidos. A mobilidade deve ser uma característica presente em qualquer solução comercializada atualmente.

 

Risco de obsolescência

O lado oposto da atualização constante é a obsolescência do produto ou serviço oferecido. Esse risco deve ser considerado, uma vez que os dispositivos atuais podem ter dificuldades de executar rotinas desenvolvidas para um ambiente tecnológico ultrapassado.

Agora que você já viu o que se deve levar em conta ao contratar uma solução de TI, ficamos a disposição para apresentar a nossa solução para monitoramento de infraestrutura de TI e visualização de dashboards para gestão à vista.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Instagram

JUNTE-SE À NOSSA LISTA E RECEBA
OS NOSSOS CONTEÚDOS.

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos