Investimentos em infraestrutura de TI

Um grande problema que se apresenta para muitas empresas é como avaliar seus investimentos em infraestrutura de TI. Em tempos nos quais muito se fala sobre crise, evitar gastos desnecessários é essencial para se manter operando.

Adquirir recursos tecnológicos que não tragam um diferencial real, ou que não atendam totalmente a demanda esperada, aumenta o desperdício de meios preciosos que poderiam ser utilizados em outras áreas-chave da companhia.

No post de hoje, vamos apresentar uma série de indicadores que podem ser utilizados por você na hora de avaliar investimentos em tecnologia, buscando a melhor alternativa para uma implantação. Boa leitura!

 

Produtividade

A primeira meta a ser avaliada com a adoção de novos componentes tecnológicos para a infraestrutura de TI de sua empresa é o aumento de produtividade alcançado com essa implantação.

A tecnologia evolui muito rápido, e boa parte dos gestores se vê pressionada a adotar qualquer inovação que se faça presente no mercado e seja implantada por outras empresas de nicho semelhante, porém nem toda nova tecnologia pode trazer o aumento de produtividade esperado, afinal, o objetivo de se investir em melhorias da infraestrutura de TI é criar um ambiente eficiente, caso contrário, o investimento não vale a pena.

 

Tempo de resolução de problemas

Esse indicador nos mostra o tempo estimado para a resolução de um problema e é uma das principais métricas para avaliar a capacidade técnica de sua infraestrutura. Problemas que levam muito tempo para serem resolvidos causam prejuízo e desperdício de recursos.

O objetivo, com a adoção de novas tecnologias, é minimizar o tempo de resposta a falhas e erros encontrados, desafogando os profissionais e melhorando o desempenho da equipe. Essa ação pode ser realizada por meio de planilhas ou softwares de controle, com a documentação de cada tempo de resolução individual e posterior cálculo da média.

 

Satisfação do usuário

Outra métrica a ser avaliada no momento de realizar novos investimentos na infraestrutura de TI é a satisfação geral de seus usuários, sejam eles externos, sejam eles internos.

Isso pode ser medido por meio de pesquisas realizadas diretamente com os usuários primários dos sistemas. Ao avaliar como cada um dos clientes enxerga o setor de TI, pode-se ter uma ideia de se e onde são necessários investimentos para melhorias.

 

TCO (Total Cost of Ownership)

O custo total de aquisição é uma métrica para avaliar todos os recursos financeiros, diretos e indiretos, necessários para adquirir e manter ativos de TI, como softwares e hardwares.

A visualização de todos os custos envolvidos em uma implantação auxilia no planejamento de uma nova aquisição e pode mostrar ao gestor a capacidade da empresa de realizar ou não o investimento em determinado momento.

 

ROI (Return on Investiment)

O retorno sobre o investimento é um indicador que determina o tempo em que os valores investidos, com a implementação de determinada tecnologia, serão recuperados e o momento em que os lucros começarão a ser auferidos.

Qualquer projeto de TI, para aprovação, deverá responder ao questionamento de quanto tempo levará para que a empresa comece a recolher dividendos sobre o investimento. O ROI é a métrica que pode responder a essa pergunta.

Esperamos que, com as informações aqui descritas, você possa estar mais seguro sobre o que levar em conta no momento de visualizar seus investimentos em infraestrutura de TI. Se você gostou do conteúdo apresentado, compartilhe o conteúdo com seus amigos e colegas!