Como avaliar investimentos de infraestrutura de TI?

Por: OpServices TI em 26.04.2018
Investimentos em infraestrutura de TI

Um grande problema que se apresenta para muitas empresas é como avaliar seus investimentos em infraestrutura de TI. Em tempos nos quais muito se fala sobre crise, evitar gastos desnecessários é essencial para se manter operando.

Adquirir recursos tecnológicos que não tragam um diferencial real ou que não atendem totalmente a demanda esperada aumenta o desperdício de meios preciosos que poderiam ser utilizados em outras áreas-chave da companhia.

No post de hoje, vamos apresentar uma série de indicadores que podem ser utilizados por você na hora de avaliar investimentos em tecnologia, buscando a melhor alternativa para uma implementação. Boa leitura!

 

Produtividade

A primeira meta a ser avaliada com a adoção de novos componentes tecnológicos para a infraestrutura de TI de sua empresa é o aumento de produtividade alcançado com essa implementação.

Como a tecnologia evolui muito rápido, boa parte dos gestores se vê pressionada a adotar qualquer inovação que se faça presente no mercado, como IOT, Machine Learning, Cloud Computing, Chatbots, entre outros. Porém nem toda nova tecnologia pode trazer o aumento de produtividade esperado.

Afinal, o objetivo em investir em melhorias da infraestrutura de TI é criar um ambiente eficiente, caso contrário, o investimento não vale a pena.

 

Tempo de resolução de problemas

Esse indicador nos mostra o tempo estimado para a resolução de um problema e é uma das principais métricas para avaliar a capacidade técnica de sua infraestrutura. Erros que levam muito tempo para serem resolvidos causam prejuízo e desperdício de recursos.

O objetivo, com a adoção de novas tecnologias, é minimizar o tempo de resposta a falhas e erros encontrados, desafogando os profissionais e melhorando o desempenho da equipe. Essa ação pode ser realizada por meio de planilhas ou softwares de controle, com a documentação de cada tempo de resolução individual e posterior cálculo da média.

 

Satisfação do usuário

Outra métrica a ser avaliada no momento de realizar novos investimentos em infraestrutura de TI é a satisfação geral de seus usuários, sejam eles externos ou internos.

Isso pode ser medido por meio de pesquisas realizadas diretamente com os usuários primários dos sistemas. Ao avaliar como cada usuário interno enxerga o setor de TI, pode-se ter uma ideia da necessidade e quais áreas pedem investimentos para melhorias.

Além disso, saber como o cliente final enxerga as entregas da empresa por meio das tecnologias utilizadas também é essencial para entender o resultado do trabalho da TI na ponta do negócio. Portanto, não esqueça de medir a satisfação dos usuários!

 

TCO (Total Cost of Ownership)

O custo total de aquisição é uma métrica para avaliar todos os recursos financeiros, diretos e indiretos, necessários para adquirir e manter ativos de TI, como softwares e hardwares.

A visualização de todos os custos envolvidos em uma implantação auxilia no planejamento de uma nova aquisição e pode mostrar ao gestor a capacidade da empresa de realizar ou não o investimento em determinado momento.

 

ROI (Return on Investment)

O retorno sobre o investimento é um indicador que determina o tempo em que os valores investidos, com a implementação de determinada tecnologia, serão recuperados e o momento em que os lucros começarão a ser auferidos.

Qualquer projeto de TI, para aprovação, deverá responder ao questionamento de quanto tempo levará para que a empresa comece a recolher dividendos sobre o investimento. O ROI é a métrica que pode responder a essa pergunta.

 

Benefícios de investir em infraestrutura de TI

Garantir uma boa infraestrutura de TI é uma tarefa essencial para qualquer empresa que deseje ser bem-sucedida. Afinal, sem tecnologia, uma organização não pode ser produtiva e, tampouco, conduzir os seus negócios com eficiência.

Confira, a seguir, alguns dos principais motivos para investir em infraestrutura de TI.

 

Aumento na eficiência da gestão

Um dos elementos centrais propiciados por uma infraestrutura de TI de alta qualidade consiste na possibilidade de gerenciar (de forma eficaz) todas as informações cruciais para o desenvolvimento da empresa.

Contar com como banda larga de alta velocidade e redundante, bases de dados acessíveis e de acesso facilitado e servidores de grande capacidade permite a otimização de informações relevantes e, consequentemente, aprimora o processo decisivo.

Em outras palavras, a gestão se torna mais eficiente devido, entre outros elementos, a um melhor aproveitamento do tempo, a eliminação de ineficiências e a redução de erros a partir da menor necessidade de procedimentos manuais.

 

Automatização e gestão do tempo

A automatização de processos é, para muitas empresas, um dos mais fortes motivos para investir em infraestrutura de TI. Conforme mencionado, a eliminação de tarefas manuais, como a descoberta da causa raiz de problemas, eleva a eficiência e reduz significativamente a quantidade de falhas.

Sem embargo, uma gestão mais eficiente do tempo gera um círculo vicioso de produtividade que, por sua vez, tem um grande impacto sobre a rentabilidade do negócio, permitindo que as equipes desloquem o foco das atividades burocráticas e se concentrem em seu core business.

 

Aumento da competitividade

Os ambientes competitivos estão cada vez mais dinâmicos, com empresas constantemente desenvolvendo soluções e ferramentas inovadoras.

Nesse contexto, os benefícios de investir em infraestrutura de TI dirigem-se, por um lado, ao desenvolvimento de produtos ou serviços que atendam às necessidades específicas de sua base de clientes e, por outro, à obtenção de novos compradores que possam ser atraídos pelas novidades tecnológicas.

 

Corte de gastos desnecessários

Os avanços obtidos na sua infraestrutura de TI podem se voltar ao corte de gastos desnecessários, que pode ser obtido com:

  • a readequação das equipes profissionais;
  • o arquivamento de informações na nuvem;
  • a economia de valiosos espaços no hardware da organização;
  • a redução de perdas de dados;
  • a redução de falhas nos computadores da empresa (evitando, também, comprometer negócios em andamento).

 

Maior segurança

A segurança é um importante gargalo enfrentado pelas organizações, sobretudo, aquelas que atuam no e-commerce ou que utilizam sistemas informatizados.

Problemas que, infelizmente, tornaram-se corriqueiros, como o furto de dados sigilosos e a invasão por vírus e malwares são capazes de prejudicar, de modo irreversível, tanto a organização em si quanto a reputação que construiu ao longo de sua trajetória.

Para combater os ciberataques é imprescindível ter à disposição um suporte qualificado e, também, especialistas capazes de solucionar quaisquer problemas dessa natureza.

Por mais que o momento atual seja preocupante, no segmento segurança da informação, não tem outro jeito: para que o seu negócio sobreviva e se expanda, é indispensável planejar investimentos consistentes em infraestrutura de TI.

Esperamos que, com as informações aqui descritas, você possa se sentir mais seguro sobre o que levar em conta no momento de visualizar seus investimentos em infraestrutura de TI.

Se você gostou do conteúdo apresentado, acesse o nosso post e saiba também como fazer o gerenciamento de infraestrutura de TI.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn

JUNTE-SE À NOSSA LISTA E RECEBA
OS NOSSOS CONTEÚDOS.

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos