Monitoramento de Internet das Coisas IOT

 

Entenda a importância de monitorar dispositivos inteligentes de internet das coisas

Você já está familiarizado com o conceito de internet das coisas? Mesmo que o nome ainda soe estranho a algum leitor, É perceptível a grande a quantidade de dispositivos conectados à internet nos dias atuais. Nós presenciamos essa realidade tecnológica em que casas, indústrias, cidades e, até mesmo, os utensílios domésticos estão se conectando à rede, e isso é fascinante.

 
Porém, esse contingente de dispositivos gera uma quantidade gigantesca de dados, que precisam ser bem processados e monitorados. Pensando nessas questões, resolvemos, neste post, discutir alguns pontos-chave sobre a internet das coisas. Preparado? Então nos acompanhe!

 

O incrível potencial da IoT

Internet das coisas ou, no inglês, Internet of Things (daí a sigla IoT), engloba uma variedade enorme de dispositivos. Para citar apenas alguns deles: videogames, smart TV’s, geladeiras e relógios, além de gadgets como celulares, tablets, notebooks.

Todos esses utensílios já têm aplicações baseadas em serviços de internet. Foi-se o tempo em que o acesso à rede era feito exclusivamente nos microcomputadores. Os dispositivos que possibilitam essa conectividade estão ficando cada vez menores e mais econômicos e, por causa disso, integram cada vez mais aparelhos IoT.

Por isso, as Smart Houses, por exemplo, oferecem cada vez mais conforto aos moradores com sistemas de automação integrados por uma variada gama de dispositivos IoT. Neste contexto, tecnologias bluetooth e NFC, aliadas a sensores de proximidade, possibilitam diversas aplicações úteis, tais como chaves inteligentes e outros dispositivos para gestão inteligente dos espaços.

Além disso, componentes GPS conectados à rede móvel já integram sistemas de navegação em grande parte dos veículos. Testes com carros autônomos têm mostrado excelentes resultados. Sistemas de monitoramento por câmeras de segurança enviam imagens em tempo real de áreas de risco no mundo todo, dando às autoridades melhores recursos para o combate ao crime e ao terrorismo.

Toda essa revolução de conectividade das coisas justifica-se ao nos lembrarmos do salto enorme de qualidade do sinal das redes móveis 3G e 4G e da largura de banda da internet hoje disponível. Além disso, as empresas tem buscado não ficar fora deste mercado. Em quase todos os novos lançamentos, a conectividade é uma das prioridades.

 

O monitoramento necessário desse volume de informações

Para lidar com esse gigantesco volume de informações oriundo da IoT, empresas têm investido em ferramentas para o monitoramento de dados com o objetivo de aprimorar seus processos e resultados. Os setores de logística têm se servido de sistemas de monitoramento das rotas para entregas de produtos e suprimentos. Nos galpões de fábricas, contêineres monitorados por meio de sensores possibilitam o controle do volume de mercadorias.

Monitoramento de clientes e seu comportamento de compra por meio de tecnologias Geoanalytics — baseadas na monitoração de GPS dos smartphones — entregam aos CEO’s informações valiosas para desenvolvimento de produtos mais atrativos e atendimento personalizado.

Prateleiras inteligentes em lojas ajudam a aprimorar estratégias de vendas. Com o monitoramento dos dados produzidos nesse processo, é possível obter indicadores valiosos de performance. A tecnologia IoT também possibilita monitorar o funcionamento de maquinário industrial, promovendo a manutenção preditiva dessas máquinas.

Demonstração Online | OpMon

 
Um exemplo de sistema de monitoramento para dispositivos inteligentes foi realizado pela equipe da OpServices. A partir de uma demanda de monitoramento de estacionamento inteligente – um paradouro de caminhões – seria medidos os seguintes indicadores: funcionamento das câmeras de vigilância, capacidade de lixo nas lixeiras, fluxo de água, utilização das lâmpadas, acesso ao Wi-Fi e tempo de ‘estadia’ de cada caminhão. Tudo isso gerenciado pelo sistema de monitoramento de infraestrutura de TI, OpMon.

 
Veja o dashboard, utilizando o software OpMon, para entender como isso seria controlado:

Internet das coisas - IOT

 

Os cases de sucesso em empresas

Exemplos de sucesso no uso e monitoramento de tecnologias IoT são os carros da Tesla Motors. Os veículos dessa marca já recebem atualizações de seu computador de bordo pela internet. Além disso, os sensores de geolocalização desses carros integram um sistema monitorado de navegação, que oferece ao condutor dicas das melhores rotas e adverte sobre áreas engarrafadas. A FitBit, por sua vez, produz smartwatches que informam ao usuário dados de suas corridas, batimentos cardíacos, quantidade de passos, etc, tudo isso com integração às redes sociais.

Gostou deste nosso post? Então acompanhe nossas redes sociais (Facebook, Twitter, LinkedIN) e receba as novidades em primeira mão!