Como gerenciar sua infraestrutura de TI

A tecnologia trouxe muita praticidade para os processos empresariais, mas a sua complexidade pode se mostrar um problema à medida que os serviços suportados pela TI aumentam na empresa. Além disso, as equipes de TI precisam encontrar soluções para administrar ambientes cada vez mais complexos. O desafio imposto de como gerenciar sua infraestrutura de TI com eficiência é mais comum do que você pode imaginar.

No artigo de hoje, nós reunimos algumas informações para auxiliar você na gestão de sua estrutura de tecnologia na prática, para que deixe de sofrer com expectativas não correspondidas. Então não perca mais tempo e boa leitura!

 

A infraestrutura de TI

O mau uso de uma estrutura de tecnologia na empresa pode incorrer em falhas que afetam a continuidade do negócio. Imagine estar na fila de uma grande loja de varejo, com seus produtos em mãos para realizar o pagamento, quando é informado pela atendente que não será possível atendê-la devido a um problema no sistema do caixa.

Durante poucos minutos de parada, o prejuízo pode ser gigante, e as perdas não se limitam ao financeiro, mas também à imagem da empresa junto aos seus clientes, que perderão a confiança em seus serviços. O resultado óbvio dessa insatisfação é a perda de um cliente para um concorrente.

Ao pensar em um cenário simples como esse, é fácil visualizar a importância do bom gerenciamento da infraestrutura de TI. Mas a gestão de infraestrutura de TI impacta o negócio da empresas de diversas maneiras que, geralmente, não são tão facilmente percebidos.

Outro importante objetivo de se manter uma gestão adequada de seus ativos tecnológicos é reduzir os gastos, poupando recursos que poderão ser investidos em outras áreas estratégicas da empresa. A redução de gastos normalmente se dá de duas formas: desperdícios de recursos não utilizados e desperdício de tempo com horas/homem para descobrir ou trabalhar em incidentes que poderiam ser automatizados por meio de um software de monitoramento de infraestrutura de TI bem configurado.

 
Boas Práticas de Gestão e Governança de TI

 

Vantagens do gerenciamento de TI

Realizar um bom gerenciamento de sua infraestrutura de TI trará uma série de benefícios que poderão se tornar um diferencial para a sua empresa se destacar no atual mercado, altamente competitivo. Vamos listar algumas delas:

 

1. Controle de custos

Ao visualizar de maneira transparente todos os seus dispositivos/sistemas tecnológicos você poderá observar os reais custos de cada um, trabalhando em planos de ação para diminuir o uso de recursos e otimizar seus gastos.

 

2. Melhora da eficiência

Com dados de controle sobre todos os componentes da estrutura, será possível analisar facilmente onde existem gargalos de produtividade, buscando por soluções para melhorar a eficiência dos processos. Além disso, ter a pessoa adequada para resolver cada problema é uma boa forma de aumentar a produtividade da equipe.

 

3. Rápida implementação de novas tecnologias

A adaptação a novas tecnologias inseridas na empresa pode ser uma grande dificuldade de modernização. Ao adotar um modelo de gestão de infraestrutura de TI, você poderá manter um controle mais próximo da implantação e descobrir onde estão os maiores problemas de adaptação para corrigi-los. Um exemplo simples é o controle de fornecedores. Uma vez que muitas vezes a implantação de novas tecnologias fica a cargo de diversos fornecedores, ter o controle total sobre os seus recursos pode eliminar as “famosas desculpas” sobre o mal funcionamento de software, por exemplo.

 

4. Maior foco no negócio

Com uma gestão simples e objetiva de toda a sua infraestrutura de TI, sua equipe terá tempo extra para focar o que realmente interessa — a atividade-fim de sua empresa. Com todos os sistemas funcionando, a preocupação da equipe para a ser cada vez mais no core business da empresa.

 

O gerenciamento da infraestrutura

A esta altura do artigo, você já se convenceu da importância de manter seus recursos sob uma gestão eficiente, porém, implantar esse gerenciamento pode ser um desafio para qualquer gestor experiente. Por isso criamos uma lista de 6 dicas para ajudá-lo a melhorar a gestão de sua infraestrutura de TI.

 
eBook - Guia para gerenciar a infraestrutura de TI

 

1. Monitore toda a estrutura

Existem diversos softwares hoje no mercado que garantem um monitoramento constante de todos os dispositivos ou sistemas existentes em sua infraestrutura de TI. Esse tipo de ferramenta pode trazer várias informações úteis ao gestor, no sentido de permitir uma melhor visualização do ambiente de TI como um todo e subsidiar a tomada de decisão com dados relevantes.

Monitorar a estrutura é o que garante que ela proverá a disponibilidade, confiabilidade e eficiência que esse setor exige, além de ser a maneira mais simples de identificar gargalos. Entretanto, só é preciso ser monitorado o que possa apresentar alguma falha que gere alguma ação. Como fornecedores de tecnologia, sempre recomendamos nossos clientes que as telas com alertas de incidentes não podem estar vermelhas (em estado crítico) nunca. Se o problema foi identificado deve ser resolvido.

 

Monitorar Servidores - Dashboard Datacenter

Dashboard de Datacenter para monitorar servidores com o OpMon

 

 

2. Foque o negócio

Quais os processos e sistemas que são indispensáveis para a disponibilidade do negócio? É preciso estar atento ao que realmente existe de mais vital para os serviços da empresa. Entender quais são os principais recursos para manter o funcionamento permite que, no caso de uma situação de falha ou problemas a serem resolvidos, sua equipe possa focar o mais importante, mantendo a eficiência de resolução. Busque sempre a visão que o cliente tem do seu empreendimento e qual a experiência que ele espera obter versus a que você entrega hoje.

A construção de catálogos de serviços permite construir todas as dependências que envolvem a área de tecnologia para um serviço funcionar corretamente. Por exemplo, o serviço de internet da empresa possui três links: um principal e duas redundâncias. Caso um deles caia o serviço de internet continua no ar. Portanto, mesmo que o problema precisa ser resolvido junto a operadora, podem existir serviços críticos que não estejam no ar e que precisam ser tratados com prioridade. Conhecer a sua infraestrutura para construir esses catálogos de serviços é fundamental para um bom gerenciamento.

 

3. Assuma o controle

É preciso estar atento a todos os números gerados, e uma boa maneira de realizar esse controle é por meio da emissão de relatórios. Com análises confiáveis em mãos, é muito mais fácil justificar a necessidade de novos investimentos.

Controlar todas as instabilidades de sua infraestrutura de TI poderá embasar não só os investimentos, como possíveis cobranças de empresas parceiras. É possível , por exemplo, ter acesso a dados de indisponibilidade, podendo buscar em contrato se as exigências firmadas não estão sendo cumpridas. Alguns de nossos clientes utilizam os relatórios de disponibilidade do link de internet da solução de gerenciamento de TI para cobrar seus fornecedores e receber reembolso ao final do mês.

 

4. Atente para o marketing

Todos os colaboradores de sua empresa têm a real noção de quão importante o setor de TI é para a empresa e o impacto que ele tem nas atividades diárias do negócio? Divulgue o seu trabalho para as outras áreas da empresa, pois mantê-los informados de que determinada demanda não pode ser alcançada pela falta de recursos pode auxiliar você na hora de pedir por investimentos de melhoria.

Isso pode ser feito por meio de reuniões, relatórios a serem anexados em murais da empresa e lançamento de e-mails internos. O importante é demonstrar com transparência aos outros colaboradores o que o setor de TI está fazendo. A melhor forma de fazer o marketing interno, além de melhorar a gestão em si, é por meio de dashboards. Veja alguns exemplos.

 
e-Book Guia para construir dashboards

 

5. Garanta a continuidade

Esse é um trabalho contínuo, que não pode ser interrompido. É necessário dar sequência às atividades iniciadas, e isso pode ser feito por meio de rotinas de manutenção visando alcançar um padrão de qualidade.

Você poderá fazer uso de check lists para garantir um controle sobre os processos de TI, sendo uma lista de verificação diária e outra semanal/mensal. A diária é realizada para verificar a disponibilidade imediata dos serviços, enquanto a check list mensal tem por objetivo encontrar oportunidades de melhoria e aperfeiçoamento da gestão de infraestrutura de TI.

 

O uso de uma equipe externa

Uma das soluções mais simples para garantir a continuidade do negócio é realizar a terceirização do gerenciamento de sua estrutura. Uma equipe especializada pode ter um know-how maior que um time interno, além da experiência de participar de diversos projetos de TI. Entretanto, é preciso muito cuidado na escolha do prestador de serviços. Pois o investimento pode ser alto, sem o retorno esperado.

Sua equipe local poderá focar totalmente seu negócio, enquanto os problemas de gestão da estrutura de TI ficarão nas mãos dos especialistas da empresa parceira, reduzindo, assim, os custos da contratação direta de profissionais específicos e garantindo a qualidade dos serviços. Esse serviço pode ser realizado por meio de um NOC para gestão de todos os alertas ou por meio de um profissional alocado.

Esperamos que você tenha entendido melhor como gerenciar a infraestrutura de TI na prática, com essas dicas descritas aqui. E para aprofundar o seu conhecimento sobre cada uma delas, baixe o nosso e-book Guia prático para gerenciar sua infraestrutura de TI e saiba mais sobre o assunto!