Principais erros na gestão de projetos

 
Você sabe quais são os principais erros na gestão de projetos de TI e por que eles devem ser evitados? Por ser um setor fundamental para o crescimento de todo e qualquer tipo de organização, não há como negar a importância dos projetos de TI e sua influência para o sucesso do negócio.

É justamente por essa razão que se deve ter uma atenção redobrada acerca das atividades que se relacionam a ele. Ao se tratar das tecnologias da informação, todo cuidado é pouco, até mesmo nos pequenos detalhes. De qualquer maneira, este artigo foi preparado para lhe apresentar 5 erros na gestão de projetos de TI que devem ser evitados. Confira!

 

1. Não saber quais KPI’s exatamente medir

Para um projeto obter sucesso, é necessário medir seus resultados ou performance ao longo do período. Um dos motivos mais comuns em relação às dificuldades do departamento de TI é não saber quais KPI’s (indicadores de performance) exatamente medir em seus mais diversos projetos. Entenda que não há necessidade de mensurar todos, pelo contrário, comece com calma, identificando quais são as maiores dores de cabeça da empresa.

Ao não adotar os indicadores corretos, você não consegue avaliá-los da forma como deveria. Para ser possível alcançar o máximo da sua eficiência, é preciso avaliar KPI’s mais apropriados: é isso o que permite apontar os problemas a agir nas suas correções.

 

2. Negligenciar as políticas de segurança e privacidade

Cada vez mais discretos, inteligentes e modernos, os softwares maliciosos e as pragas virtuais precisam ser detectados de modo a garantir que os dados sigilosos da companhia não cheguem às pessoas mal-intencionadas.

Em vista disso, as políticas de segurança e privacidade não podem ser negligenciadas de maneira alguma. Ao se descuidar dessa questão, abre-se a oportunidade para as falhas e as vulnerabilidades de defesa, facilitando o acesso dos criminosos virtuais.

 

3. Não valorizar o trabalho em equipe

Outro erro na gestão de projetos de TI se refere a não valorização do trabalho em equipe. Nesse sentido, divulgue os resultados positivos e elogie os colaboradores sempre que necessário, não se esquecendo da importância de saber ouvi-los. Quando um projeto chega ao fim é muito importante valorizar todos os participantes pelos resultados atingidos.

 

4. Não planejar o desenvolvimento das atividades

Para que as atividades possam ser desenvolvidas com qualidade e excelência, o planejamento é essencial. Se você não planificar a execução das tarefas nem fizer o acompanhamento dos processos, dificilmente atingirá os resultados esperados.

Trabalhos fora do prazo, retrabalhos, problemas operacionais, inconsistências e outros tipos de adversidades são normais e recorrentes quando as tarefas não são planejadas corretamente.

 

5. Não saber o TCO e o ROI

Por último, mas não menos relevante, quando houver a necessidade de novos investimentos, busque sempre calcular o TCO (Total Cost of Ownership) e o ROI (Return of Investment).  Todo investimento precisa ter retorno e é preciso calcular também todos os custos ocultos, como tempo gasto por pelos profissionais envolvidos, tempo de treinamento, custo de oportunidade, entre outros.

Saiba que a ferramenta mais cara nem sempre será a melhor escolha, pois, se ninguém souber configurá-la ou se ela não for suficientemente flexível às suas demandas, não fará jus ao seu investimento. Quando o assunto se refere à gestão de projetos de TI, vale ressaltar que todo cuidado é pouco. Afinal, ela é capaz de agregar valor ao empreendimento e torná-lo mais competitivo no mercado.

Esperamos que você tenha gostado deste artigo. Para saber mais sobre assuntos tecnológicos, aproveite para ver algumas formas de tomar decisões baseadas em dados! Até a próxima!