Menu
Contato Comercial

    Como o planejamento estratégico de TI pode ajudar sua empresa

    Por: Pedro César Tebaldi Gomes em 27.05.2019
    Planejamento Estratégico de TI

    O setor de tecnologia da informação (TI) é um dos mais importantes dentro de uma empresa. O fenômeno da transformação digital tem provocado a migração das companhias ao ambiente online e incentivado a automação. Por isso, torna-se essencial a busca por um planejamento estratégico de TI adequado a realidade da sua empresa.

    Infelizmente, muitas organizações ainda não colocam a tecnologia como alicerce da sua estratégia, o que hoje em dia significa perda de competitividade. Continue a leitura para saber mais sobre o planejamento estratégico de TI, conhecer os seus benefícios e aprender como implementá-lo e adequá-lo aos objetivos da empresa. Boa leitura!

     

    O que é o planejamento estratégico de TI?

    Trata-se de uma estratégia previamente elaborada para definir o uso da tecnologia da informação em uma empresa. O planejamento estratégico de TI é responsável por toda a organização, estruturação e sistematização do setor.

    Esse planejamento deve estar completamente alinhado aos objetivos do negócio. Ele precisa, ainda, contemplar a visão do futuro da empresa e estabelecer as metas da organização. Também tem que ser adaptável a mudanças em relação ao ambiente interno e externo.

     

    Quais são os seus benefícios?

    Confira a seguir alguns dos benefícios proporcionados pelo planejamento estratégico de TI nas empresas:

    • redução de custos;
    • transparência de comunicação entre departamentos;
    • otimização do tempo;
    • aumento da produtividade da equipe de TI;
    • melhora na decisão de projetos prioritários;
    • vantagem competitiva ao negócio.

     

    Como implementar o planejamento estratégico de TI?

    O primeiro passo para construir um plano estratégico é entender o ambiente interno e externo da TI. A partir dos resultados dessa análise, definem-se os objetivos para alinhar a TI à estratégia empresarial. Para isso, utilizam-se temas estratégicos que devem ser detalhados em objetivos que os tornem mais compreensíveis.

    A seguir inicia-se o plano de execução, que trabalha com dois elementos. O primeiro deles são os indicadores de performance, que servem para medir se a estratégia é realizada no tempo esperado. O outro elemento são as iniciativas, elas consistem em projetos internos que devem refletir a mudança desejada.

    Os indicadores necessitam ser monitorados em uma freqüência mensal ou bimestral. O objetivo desse acompanhamento é perceber se as propostas estão sendo atendidas, e se a TI está executando as iniciativas estipuladas e atingindo o resultado esperado.

     

    Como adequá-lo aos objetivos da empresa?

    É comum ouvir queixas de gestores sobre os níveis estratégicos referentes ao distanciamento entre a infraestrutura e soluções de TI e as reais necessidades do negócio.

    Para resolver o problema, é recomendável que o setor tecnológico participe mais ativamente do planejamento estratégico global da organização. A comunicação com as demais áreas deve ocorrer por meio de uma linguagem de negócios mais clara e objetiva, evitando termos técnicos e colocando o foco nos resultados a serem atingidos.

     

    Monitoramento de Infraestrutura de TI

    Monitore indicadores de qualquer tipo de dispositivo ou sistema com o OpMon

    Conheça o OpMon

     
     
    Apresentamos neste artigo um pouco mais sobre o planejamento estratégico de TI e sua importância para a empresa. Você ainda tem alguma dúvida em relação ao custo-benefício do investimento na área tecnológica? Essa é a tendência para o futuro, e o momento certo para migrar é agora, antes que sua empresa se torne irrelevante diante das concorrentes!

    Para conhecer mais sobre o assunto, leia nosso artigo sobre investimentos em tecnologia.

    Compartilhe:

    Posts Relacionados

    ASSINE NOSSA NEWSLETTER E RECEBA
    NOSSOS MELHORES CONTEÚDOS!

    Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos